26°
Máx
19°
Min

Tranquilidade marca chegada da torcida para jogos do futebol feminino no Mineirão

(Foto: Renato Cobucci/Imprensa MG) - Tranquilidade marca chegada da torcida no Mineirão
(Foto: Renato Cobucci/Imprensa MG)

Torcedores, a grande maioria brasileiros, começaram a chegar na tarde desta quarta-feira ao Mineirão, em Belo Horizonte, para os dois jogos do Grupo G do torneio de futebol feminino da Olimpíada. Às 19h, Estados Unidos e Nova Zelândia fazem a primeira partida do grupo. No segundo duelo, França e Colômbia se enfrentam a partir das 22h.

A chegada ao estádio até o momento é tranquila. A Polícia Militar montou dois pontos de checagem em cada uma das duas avenidas que dão acesso ao estádio para entrada de torcedores e veículos credenciados. Em um dos pontos, em caso de ônibus, policiais entram e revistam passageiros.

Entre os poucos estrangeiros que até o momento chegaram ao estádio, está o colombiano Juan Pablo Cruz. "Gosto muito de futebol. Vim dar uma força para as mulheres. Vamos voltar para casa com o ouro olímpico", disse, rodeado por três brasileiras que acabara de conhecer. O curitibano Ruanito Santos também foi ao Mineirão acompanhar a rodada dupla, mas por outros motivos. "Comprei o ingresso por ter sido o que consegui no sorteio. Mas acho que vai valer a pena. Não acho que teremos outra olimpíada tão cedo no Brasil", disse.

Dentro do estádio, algumas modificações em relação a jogos do Campeonato Mineiro ou Brasileiro. O tradicional feijão tropeiro, que normalmente custa R$ 12, teve o preço reajustado para R$ 20,00. Com pouca gente no campo, e preço tão alto, a saída da cozinheira de um dos bares do estádio é fazer questão de mostrar o prato ao cliente, servido em marmitex de isopor.