22°
Máx
16°
Min

Vadão quer manter jogadoras da seleção feminina com os pés no chão

(Foto: Kin Saito/CBF) - Vadão quer manter jogadoras da seleção feminina com os pés no chão
(Foto: Kin Saito/CBF)


A elogiada atuação da seleção brasileira feminina de futebol em sua partida de estreia na Olimpíada, na última quarta-feira, quando venceu a China por 3 a 0, fez o técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, se reunir com as atletas nesta sexta, um dia antes da partida contra a Suécia, para alertá-las que por enquanto só ganharam um jogo e que devem manter "os pés no chão".

"A gente tinha preocupação com a estreia, por jogar em casa, e conseguimos fazer um bom jogo e um placar alto para uma partida desse nível. Percebemos que houve uma euforia externa, recebemos elogios, então tratei de ressaltar pra elas que só fizemos uma partida boa, mas não ganhamos o campeonato. Temos que manter o pé no chão", afirmou Vadão, que conversou com as jogadoras longe da imprensa, antes do treino desta sexta. Para o técnico brasileiro, uma das razões para o bom desempenho foi justamente as atletas estarem atentas e concentradas em apenas jogar futebol.

A partida deste sábado será às 22 horas, no Engenhão, mesmo palco da estreia brasileira. Vadão prevê um adversário mais difícil do que a China. A Suécia venceu a África do Sul no jogo de estreia por 1 a 0. Não se impôs como o Brasil frente à China, mas está melhor colocada no ranking mundial do que a seleção brasileira (em sexto lugar, duas posições à frente do Brasil) e sua treinadora, a sueca Pia Sundhage, obteve a medalha de ouro nas últimas duas edições da Olimpíada (Pequim-2008 e Londres-2012), comandando a seleção dos Estados Unidos.

"O Brasil vai ser exatamente o mesmo, o que deve mudar é a forma de o adversário jogar. A China deu liberdade para nossas jogadores, tivemos a maioria da posse de bola. Isso não deve ocorrer nesse jogo, a Suécia vai pressionar mais", previu. "Elas têm uma jogada aérea muito forte, temos que ficar atentos a isso".

Para Vadão, quem ganhar esse jogo deve despontar como o favorito do grupo. Antes, às 19h, no mesmo estádio, China e África do Sul fazem a outra partida desse grupo pela segunda rodada.