21°
Máx
17°
Min

Vitória histórica faz handebol masculino do Brasil sonhar com medalha

(Foto: Divulgação)  - Vitória histórica faz handebol masculino do Brasil sonhar com medalha
(Foto: Divulgação)


A estreia da seleção masculina de handebol nos Jogos do Rio, neste domingo, representou um marco histórico para a modalidade. O placar de 34 a 32 sobre a Polônia foi a primeira vitória da equipe sobre europeus em Olimpíada e fora cativar a torcida pela atuação convincente, fez o elenco admitir um sentimento de otimismo na possibilidade de conseguir uma campanha histórica.

A partida na Arena do Futuro deixou os jogadores eufóricos. "Temos que pensar em querer a medalha. O sonho é possível. Foi o primeiro jogo ainda, por isso vamos retomar a concentração para voltar mais forte ainda", disse na zona mista o central João Silva. Pela segunda rodada, na terça, o Brasil vai encarar na Arena do Futuro a Eslovênia, para quem perdeu no Mundial de 2015, no Catar.

Durante os 60 minutos do jogo a torcida ajudou a empurrar o time, ao comemorar cada gol. Essa participação ganhou elogio dos jogadores, por se tratar de uma das primeiras oportunidades em disputar uma torneio em casa contra as principais forças do mundo. No grupo, além da Polônia, que foi bronze no último mundial, o Brasil vai encarar a atual campeã da Europa, Alemanha, e a Suécia, prata em Londres, em 2012.

"Para nós é importante ganhar, não pelo fato de ser contra um europeu, mas por ser um passo para seguir em um objetivo. Isso é importante, mas acho que mais importante é a classificação", explicou o técnico da equipe, o espanhol Jordi Ribera. Dos seis integrantes do grupo, os quatro primeiros vão avançar às quartas de final.