23°
Máx
12°
Min

Alejo, Wiggolly e Pupo avançam e Italo é eliminado na etapa sul-africana do surfe

O surfe brasileiro tem sete competidores vivos na etapa de Jeffreys Bay do Circuito Mundial do Surfe. Nesta quinta-feira, no segundo dia de disputas na África do Sul, Alejo Muniz, Wiggoly Dantas e Miguel Pupo avançaram, enquanto Jadson Andre e Italo Ferreira deixaram a disputa.

Pela repescagem, Alejo Muniz conseguiu as duas melhores notas de uma equilibrada bateria e avançou ao alcançar 14,27, contra os 12,97 do norte-americano Nat Young. Na terceira fase, o seu adversário vai ser o australiano Matt Wilkinson.

Em duelo de alto nível entre dois brasileiros, com uma nota acima de 9 para cada surfista, Wiggoly Dantas se deu melhor, com 18,27, para despachar Jadson André, com 17,13. Na terceira fase, o oponente de Wiggoly vai ser outro brasileiro, Caio Ibelli.

Outro brasileiro a competir na repescagem nesta quinta, Miguel Pupo superou por 15,67 a 13,44 o francês Jeremy Flores em um duelo parelho. O seu rival na terceira fase será o brasileiro Filipe Toledo.

Esta etapa do evento em Jeffreys Bay, aliás, foi iniciada nesta quinta com a realização de quatro baterias. Uma delas, a terceira, contou com a participação de um brasileiro, Italo Ferreira, que foi eliminado ao perder por 16,40 a 14,20 para o australiano Josh Kerr.

Além de Filipinho, Pupo, Alejo, Caio Ibelli e Wiggoly, o surfe brasileiro também será representado pelos dois últimos campeões mundiais na terceira fase na África do Sul, sendo que ambos vão encarar surfistas australianos. Gabriel Medina vai duelar com Adam Melling, enquanto Adriano de Souza terá pela frente Adrian Buchan.