26°
Máx
19°
Min

Medina brilha com mais uma nota 10 e Filipe Toledo cai na etapa do Rio

Após três dias de adiamentos, a terceira fase da etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Surfe foi disputada nesta quarta-feira. E, nas ondas da Praia da Barra da Tijuca, os surfistas da casa tiveram um dia de altos e baixos. Gabriel Medina foi o maior destaque ao tirar mais uma nota 10. Ele e Adriano de Souza, o Mineirinho, avançaram às quartas de final. Já Filipe Toledo, atual campeão da etapa, foi eliminado na repescagem.

Medina começou o dia superando o compatriota Deivid Silva pelo placar de 15.67 a 13.77. Mas foi na quarta fase que o campeão mundial de 2014 brilhou mais uma vez. Em grande momento nas ondas cariocas, Medina acertou um aéreo perfeito e obteve um 10, contando com a unanimidade dos cinco juízes. Foi seu segundo 10 na temporada.

Assim, finalizou a bateria com 18.10 pontos, desbancou o taitiano Michel Bourez, com 7.90, e o australiano Jack Freestone, com 7.77. Com o triunfo arrasador, Medina avançou às quartas de final. É o único surfista que ainda não conhece seu adversário nesta fase. Seu próximo rival sairá do confronto entre Bourez e o australiano Adam Melling, que não conseguiram iniciar a disputa da repescagem no fim desta tarde.

Ao todo, foram definidos sete dos oito classificados às quartas. Além de Medina, estão garantidos Mineirinho e Miguel Pupo, ambos na briga por uma vaga na semifinal. Eles terão pela frente rivais da Austrália. O campeão mundial de 2015 vai cruzar com Davey Cathels, enquanto Pupo terá pela frente Jack Freestone.

Para alcançar as quartas, Mineirinho venceu o compatriota Lucas Silveira, uma das surpresas desta etapa, por 13.34 a 12.76, na terceira fase. Na sequência, derrotou Cathels e o compatriota Caio Ibelli. Com 17.44, não foi alcançado pelos 8.64 pontos de Cathels e nem pelos modestos 4.57 pontos de Ibelli.

Miguel Pupo teve um caminho mais complicado até as quartas de final. Na terceira fase, superou o norte-americano Kanoa Igarashi por 13.40 a 11.27. Na disputa seguinte, ainda mais equilibrada, marcou 12.73 e venceu por pouco o compatriota Italo Ferreira (12.50) e o australiano Adam Melling (10.90).

A maior decepção do dia ficou mesmo com Filipe Toledo. Vencedor da etapa brasileira na temporada passada, Toledo começou o dia arrasando o italiano Leonardo Fioravanti pelo placar de 12.67 a 5.00. Na quarta fase, porém, foi superado pelos havaianos Dusty Payne (15.60) e John John Florence (15.20). Ele não passou de 10.40 pontos.

Por causa da derrota, precisou disputar a repescagem. E novamente não teve sucesso. Ainda se recuperando de problema físico, o brasileiro batido por Cathels - estreante na elite do surfe mundial neste ano - por pouco, pelo placar de 15.67 a 14.87.

Entre os demais brasileiros, Alejo Muniz e Marco Fernandez foram eliminados logo na terceira fase, sem chance de disputar a repescagem. Muniz perdeu para John John Florence por 10.73 a 7.64, enquanto Fernandez caiu diante de Italo Ferreira por 13.70 a 9.50.

A etapa do Rio de Janeiro será retomada e encerrada nesta quinta-feira. A primeira chamada para avaliar as ondas será às 6h30 (horário de Brasília). A disputa voltará com a última bateria da repescagem, que deverá ser seguida dos confrontos das quartas de final, semifinais e da final.