27°
Máx
13°
Min

Medina vai à semi, mas vê Florence dar o troco em Filipinho e manter liderança

John John Florence vai chegar à penúltima etapa da temporada ainda na liderança do Circuito Mundial de Surfe, mas pode ter Gabriel Medina cada vez mais à sua cola. Os dois avançaram à semifinal da etapa de Hossegor, na França, interrompida na tarde deste domingo por conta do mal tempo. A expectativa é que semifinais e final sejam disputadas na segunda-feira.

O havaiano de 23 anos precisou começar o dia na repescagem, depois de ser batido por Filipe Toledo na quarta fase, no sábado. Filipinho precisava de uma nota 9,97 e fez ainda melhor que isso, recebendo um 10 por um aéreo perfeito, considerado um dos mais altos da história.

Neste domingo, Florence não se deixou abalar e, na repescagem, bateu o brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, atual campeão mundial, também por um placar apertado: 10,64 a 10,37. Caio Ibelli foi eliminado pelo australiano Julian Wilson por uma diferença de apenas 0,03 (13,84 a 13,87).

Nas quartas de final, o surfista do Havaí reencontrou Filipinho e dessa vez se saiu melhor. Abriu a bateria com um 6,67, Filipinho respondeu com um 6,00, mas em seguida o mar acalmou. Quando as ondas voltaram Florence voltou a conseguir um 6,67. Filipinho não conseguiu reagir e, com um 5,07 como melhor nota, acabou eliminado. Com a vaga na semifinal, o havaiano garante a manutenção da liderança no ranking.

Medina assistiu a tudo e entrou na bateria seguinte para vencer Wilson com certa folga. Conseguiu duas boas onda, com notas 8,17 e 6,90 e depois apenas marcou o rival, aproveitando sua prioridade nos minutos finais.

Na semifinal, o brasileiro vai encarar Kolohe Andino, dos Estados Unidos, responsável por eliminar Kai Otton, da Austrália, nas quartas de final. Já Florence terá pela frente outro surfista do Havaí, Keanu Asing.