22°
Máx
14°
Min

A um triunfo de liderar o ranking das duplas, Soares admite: 'Difícil não pensar'

O brasileiro Bruno Soares entrará em quadra nesta madrugada de quinta para sexta-feira (horário de Brasília) na disputa de uma vaga para as semifinais das duplas no Masters 1000 de Xangai. No entanto, algo ainda mais importante também estará em jogo. Se vencer ao lado de seu parceiro Jamie Murray, o tenista se tornará o número 1 do mundo entre os duplistas.

Para assumir a ponta, no entanto, Bruno precisa passar pelo finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers. A apenas uma partida do sonho de liderar o ranking pela primeira vez, o brasileiro não escondeu a ansiedade em um artigo que escreveu para o site do torneio.

"Com o Jamie, estamos jogando um bom tênis, estamos frescos, e é um bom sinal para nós. De fato, na sexta-feira estarei jogando pelo número 1 do ranking de duplas! É difícil não pensar nisso, porque em qualquer lugar que eu vou, leio algo sobre isso ou ouço comentarem. Mas quando estou em quadra treinando, realmente não penso nisso", garantiu.

Apesar da ansiedade, Bruno comentou como tentará levar a partida desta madrugada. "Na sexta, deverá ser uma situação diferente para mim. Eu nunca joguei pelo número 1. Eu vou tentar lidar como uma partida qualquer, apesar da importância que tem. Em algum momento, pode me incomodar, mas é preciso estar pronto para esta pressão."

O brasileiro também fez questão de agradecer seu companheiro, Jamie Murray, pela ótima fase que vem vivendo. "Tem sido realmente bom jogar com o Jamie. Ele era um bom amigo antes, e agora se tornou um bom amigo e meu parceiro. Então, a gente vem tendo muito sucesso, mas também muita diversão dentro e fora de quadra", comentou.