22°
Máx
16°
Min

Alemão perde match point e vê Nadal vencer de virada para avançar nos EUA

(Foto: Divulgação)  - Alemão perde match point e vê Nadal vencer de virada para avançar nos EUA
(Foto: Divulgação)

A jovem promessa alemã Alexander Zverev, de apenas 18 anos, esteve muito perto de alcançar, nesta quarta-feira, a sua maior vitória deste seu início de carreira profissional no tênis. Mas vacilou ao desperdiçar um match point com um voleio na rede que acabou se tornando um peso muito grande para a sua cabeça, que sucumbiu no fim no jogo em que acabou derrotado pelo espanhol Rafael Nadal por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (8/10), 6/0 e 7/5, pelas oitavas de final do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos.

Hoje na 58ª posição da ATP, Zverev foi líder do ranking mundial juvenil e atuou de igual para igual com o espanhol, que hoje ocupa o posto de quinto tenista do mundo e precisou de 2h34min em quadra para despachar o adversário.

Com o triunfo sofrido, Nadal avançou às quartas de final e se credenciou para enfrentar na próxima fase o vencedor da partida entre o japonês Kei Nishikori e o norte-americano John Isner, também programada para acabar no final da programação de jogos desta quarta nos Estados Unidos.

No duelo diante do jovem alemão, o espanhol sofreu uma quebra de saque já no quinto game do primeiro set e depois precisou devolver a quebra no 12º game para levar a disputa ao tie-break, no qual a promessa foi um pouco melhor e fechou em 10/8.

Nadal, porém, não se intimidou com a derrota na primeira parcial e voltou com tudo para a segunda. Desta vez sem ter o seu serviço ameaçado por nenhuma vez, o quarto cabeça de chave em Indian Wells ainda aproveitou as três chances de quebra cedidas pelo alemão para aplicar um "pneu" (6/0) e empatar o jogo.

Já no terceiro set, Zverev exibiu personalidade ao conseguir duas quebras e abrir uma boa vantagem de 4/1. Depois, mesmo sofrendo uma quebra, sacou em 5/3 para fechar o jogo. Entretanto, quando teve a grande oportunidade de liquidar a partida ao ter o match point em 40/30, errou um voleio ao acertar a rede. Depois, com dois erros não forçados, sofreu a quebra e, visivelmente abatido e cansado, perdeu os três games seguintes e perdeu o jogo.

WAWRINKA CAI - A grande decepção do dia na chave masculina de Indian Wells foi o suíço Stan Wawrinka. Terceiro cabeça de chave, ele foi derrotado pelo belga David Goffin, que superou o favorito por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 5/7 e 7/6 (7/5).

Foi a primeira derrota do atual terceiro colocado do ranking mundial em quatro jogos com Goffin, o 18º da ATP, que assim se credenciou de forma surpreendente para enfrentar nas quartas de final o croata Marin Cilic, que em outro duelo do dia eliminou o francês Richard Gasquet com parciais de 7/5, 5/7 e 6/2.

Outro tenista que fez bonito nesta quarta nos Estados Unidos foi o canadense Milos Raonic, 12º pré-classificado, que eliminou o checo Tomas Berdych, sexto cabeça de chave, com uma vitória por 2 sets a 0 (6/4 e 7/6 (9/7) e também foi às quartas de final. O seu próximo rival será o francês Gael Monfils, que passou pelo argentino Federico Delbonis com parciais de 6/3 e 6/4.

FEMININO - No único jogo encerrado até agora nesta quarta-feira na chave feminina de simples de Indian Wells, a polonesa Agnieszka Radwanska confirmou a sua condição de terceira cabeça de chave para ir às semifinais. Ela superou a checa Petra Kvitova, oitava pré-classificada, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/6 (7/3).

Assim, Radwanska se credenciou para encarar na próxima fase a vencedora do confronto entre a norte-americana Serena Williams, líder do ranking mundial, e a romena Simona Halep, que também estava programada para ser disputada no final da programação de duelos desta quarta na competição norte-americana.