22°
Máx
14°
Min

Argentina, França e Grã-Bretanha se garantem nas semifinais da Copa Davis

A Copa Davis conheceu neste domingo à tarde seus três primeiros semifinalistas na edição de 2016 do Grupo Mundial. A Argentina fechou o confronto diante da Itália por 3 a 1, mesmo placar do triunfo da França sobre a República Checa e da Grã-Bretanha sobre a Sérvia. O último classificado sairá à noite, do duelo entre Estados Unidos e Croácia. Os norte-americanos levam a melhor por 2 a 1.

Mesmo jogando na cidade de Pesaro, na Itália, a Argentina buscou a classificação neste domingo com a vitória de Federico Delbonis sobre Fabio Fognini por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 7/5, 3/6 e 7/5. Em pouco mais de 3h30min, o número 40 do mundo superou o ligeiro favoritismo do 36.º do ranking para recolocar os argentinos na briga pelo título da competição.

Delbonis, aliás, foi responsável direto pela classificação do país, já que havia dado o primeiro ponto à Argentina com o triunfo sobre Andreas Seppi na sexta-feira. Guido Pella e Juan Martín Del Potro confirmaram o segundo, no sábado, ao vencer uma batalha nas duplas contra Fognini e Pablo Lorenzi. Já Fognini venceu Juan Monaco no único triunfo italiano da disputa.

Agora, a Argentina terá pela frente nas semifinais a Grã-Bretanha, que confirmou a classificação no esvaziado confronto diante da Sérvia. Sem Andy Murray e Novak Djokovic, esperava-se que os sérvios, em casa, tivessem vantagem, mas Kyle Edmund garantiu a passagem dos britânicos neste domingo ao bater Dusan Lajovic por 3 sets a 0 em Belgrado, com parciais de 6/3, 6/4 e 7/6 (7/5).

Edmund também já havia sido responsável pelo primeiro ponto britânico, após bater Janko Tipsarevic na estreia. Lajovic deixou tudo igual na sequência, mas Dominic Inglot e Jamie Murray, nas duplas, garantiram a vantagem que não seria mais perdida pelos visitantes.

Do outro lado da chave, o primeiro classificado às semifinais é a França, graças a Jo-Wilfried Tsonga. Também fora de casa, na cidade de Trinec, o número 10 do mundo garantiu a vaga francesa ao derrotar Jiri Vesely por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 7/6 (7/3), 6/4 e 7/5, em quase 3h30min de partida.

Tsonga e Vesely haviam estreado com derrotas para Lukas Rosol e Lucas Pouille, respectivamente. Com o confronto empatado, Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut garantiram a vantagem à França com a vitória nas duplas em cinco sets contra Lukas Rosol e Radek Stepanek.

Mais tarde neste domingo será definido o último classificado. Em Portland, os Estados Unidos lidera após as vitórias de Jack Sock e John Isner. No sábado, Ivan Dodig e Marin Cilic venceram os irmãos Mike e Bob Bryan nas duplas e mantiveram a Croácia viva na disputa. Quem avançar, enfrenta a França por uma vaga na decisão.