22°
Máx
16°
Min

Argentina, Grã-Bretanha e França ficam a uma vitória das semifinais da Davis

A dupla formada pelos argentinos Guido Pella e Juan Martin del Potro venceu os italianos Fabio Fognini e Paolo Lorenzi em uma partida muito disputada, com três horas e 50 minutos de duração, que terminou com o placar de 3 sets a 2 para os visitantes, com parciais de 6/1, 7/6 (7/4), 3/6, 3/6 e 6/4, em Pesaro. Com o resultado, a equipe do país sul-americano passou à frente com 2 a 1 na disputa melhor de cinco jogos das quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis.

Ex-número 4 do ranking de simples da ATP, atual 139º colocado, Del Potro foi poupado das disputas individuais no torneio. O campeão do US Open de 2009 fez seu retorno à equipe argentina na Davis após quatro anos.

Mais cedo, neste sábado, em partida atrasada que era para ter acontecido na sexta-feira, Fognini havia batido com facilidade o veterano Juan Monaco por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/1 e 7/5.

Na sequência da competição, no domingo, Itália e Argentina fazem dois jogos de simples para definir a vaga nas semifinais da Davis. Fognini encara Federico Delbonis e, em seguida, Andreas Seppi enfrenta Monaco.

A equipe que se classificar do confronto entre Itália e Argentina vai enfrentar Sérvia ou Grã-Bretanha. Após três jogos em Belgrado, a equipe britânica vence por 2 a 1. Neste sábado, o sérvio Dusan Lajovic bateu James Ward por 3 sets a 0, com parciais de 6/1, 6/3 e 6/2.

Após a partida entre Lajovic e Ward, a Grã-Bretanha respondeu com uma vitória nas duplas. Dominic Inglot e Jamie Murray superaram Filip Krajinovic e Nenad Zimonjic por 3 a 1, com 6/1, 7/6 (7/2), 6/3 e 6/4. No domingo, Lajovic enfrenta Kyle Edmund e Janko Tipsarevic joga contra Ward para definir a classificação à próxima fase.

No outro lado da chave, República Checa e França também mantêm a disputa acesa, com vitória parcial dos franceses fora de casa, em Trinec, por 2 a 1 graças ao triunfo da dupla formada por Pierre-Hugues Herbert e Nicolas Mahut sobre Lukas Rosol e Radek Stepanek, neste sábado. Em três horas de jogo, o placar terminou em 3 sets a 2, com parciais de 6/1, 3/6, 6/3, 4/6 e 6/4.

A briga por uma vaga nas semifinais será definida no domingo com os dois jogos restantes. Jiri Vesely encara Jo-Wilfried Tsonga e, em seguida, Lukas Rosol pega Lucas Pouille.

Quem avançar de República Checa e França encara Estados Unidos ou Croácia, em disputa que pode ser definida neste sábado. Diante de sua torcida em Portland, os norte-americanos vencem por 2 a 0 e os irmãos Bob e Mike Bryan encaram Ivan Dodig e Marin Draganja.