27°
Máx
13°
Min

Bellucci decepciona e é eliminado na estreia no Brasil Open

(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas) - Bellucci decepciona e é eliminado na estreia no Brasil Open
(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas)

Segundo favorito ao título do Brasil Open de Tênis, Thomaz Bellucci perdeu de virada nesta quinta-feira e frustrou a torcida na quadra central do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo. O brasileiro mostrou irregularidade diante do espanhol Roberto Carballes Baena, apenas o 122º colocado do ranking mundial, e acabou derrotado por 2 sets a 1, com parciais de 6/2, 4/6 e 3/6, em 2 horas e 2 minutos de disputa.

Depois de ter o jogo da rodada noturna de quarta-feira adiado por causa da chuva, Bellucci entrou em quadra nesta quinta com o favoritismo ao seu lado. Ele mostrou autoridade no primeiro set e dominou o lucky-loser, que se garantiu na competição graças à desistência do argentino Guido Pella. O dono da casa dava mostras de que levaria a partida com facilidade.

No entanto, a segunda parcial começou mais equilibrada. Bellucci pagou caro por deixar escapar uma chance de quebra de saque, enquanto Baena não vacilou e deixou tudo empatado. O terceiro set continuou sofrido para o brasileiro, que sucumbiu e acabou levando a virada. Foi apenas a sétima vitória da carreira de Baena em torneios de nível ATP. Na próxima fase, o espanhol enfrentará Pablo Carreno Busta, que despachou o compatriota Daniel Gimeno-Traver com o triunfo por 2 sets a 1, parciais de 6/2, 3/6 e 6/3.

No final das contas, Bellucci acabou caindo também pelo fato de ter exibido um bom rendimento apenas no primeiro set, pois cada tenista conquistou três quebras de saque na partida, mas duas delas o brasileiro conseguiu na parcial inicial. O cabeça de chave número 2 do Brasil Open também não viveu um dia feliz no saque, pois teve apenas 45% de aproveitamento com o seu primeiro serviço.

Essa foi a nona participação de Thomaz Bellucci no Brasil Open. Na última edição, no Ibirapuera, o tenista paulista também sofreu uma queda precoce após levar a virada do eslovaco Martin Klizan. Em 2013, ele acabou vaiado pelos paulistanos depois de cair diante do italiano Filipo Volandri. O tenista número 1 do Brasil e 35 do mundo já chegou duas vezes à semifinal e ficou com o vice-campeonato em 2009, quando o evento ainda era realizado na Costa do Sauipe, na Bahia.