24°
Máx
17°
Min

Bellucci leva virada e Bélgica faz 2 a 0 no duelo com o Brasil pela Davis

Steve Darcis venceu Thomaz Bellucci, o número 79 do mundo (Foto: Divulgação)  - Bellucci leva virada e Bélgica faz 2 a 0 no duelo com o Brasil
Steve Darcis venceu Thomaz Bellucci, o número 79 do mundo (Foto: Divulgação)

O objetivo do Brasil de voltar a jogar na elite da Copa Davis em 2017 ficou distante. Nesta sexta-feira, a Bélgica abriu 2 a 0 no primeiro dia da série pelos playoffs do Grupo Mundial com a vitória de Steve Darcis, 103º colocado no ranking da ATP, por 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (5/7), 6/1, 6/3 e 6/3, em 2 horas e 55 minutos, sobre Thomaz Bellucci, o número 79 do mundo.

A série havia sido aberta nesta sexta-feira com a vitória de David Goffin por 3 a 0 sobre Thiago Monteiro. Agora, com o novo triunfo, os belgas, que no ano passado foram vice-campeões da Copa Davis, estão a um triunfo de assegurarem a presença na elite em 2017.

Ao Brasil, só resta vencer os três jogos que restam para o fim da série. O primeiro deles vai ser neste sábado, quando Bruno Soares e Marcelo Melo vão encarar Ruben Bemelmans e Joris de Loore. No domingo, os duelos de simples serão invertidos, com os confrontos Goffin x Bellucci e Darcis x Thiago Monteiro.

Nesta sexta, na quadra dura e coberta da Sleuyter Arena, em Ostend, Bellucci começou bem o duelo com Darcis. O brasileiro conseguiu a primeira quebra de saque no jogo no sexto game, mas perdeu o seu saque na sequência. A disputa, então, seguiu para o tie-break. Bellucci abriu 6/2, perdeu alguns set points, mas fechou em 7/5, abrindo vantagem no duelo.

A partir daí, porém, Bellucci cometeu muitos erros. No segundo set, perdeu o seu saque no quarto game e viu Darcis ganhar seis games seguidos. Com isso, o belga fechou a parcial em 6/1 e abriu vencendo a terceira. Darcis voltou a ser soberano no terceiro set, desempatado o jogo após converter os três break points que teve e só perdendo o seu saque uma vez, o que o levou a aplicar 6/3.

No quarto set, Bellucci enfrentou problemas no seu saque, mas foi conseguindo confirmá-lo até o sexto game, quando o perdeu. Em vantagem, Darcis apenas precisou manter o seu serviço na sequência da parcial para voltar a triunfar por 6/3, garantindo mais um triunfo da Bélgica, muito perto de superar o Brasil e jogar novamente na elite da Davis em 2017.