22°
Máx
14°
Min

Bellucci sofre, mas vence belga na estreia em Wimbledon

(Foto: Alexandre Carvalho/ DGW Comunicação) - Bellucci sofre, mas vence belga na estreia em Wimbledon
(Foto: Alexandre Carvalho/ DGW Comunicação)

Thomaz Bellucci sofreu nesta segunda-feira, mas enfim voltou a vencer na grama. Em sua estreia em Wimbledon, o número 1 do Brasil precisou de cinco sets para superar o belga Ruben Bemelmans, atual 192º do ranking. Após 2h40min, Bellucci fechou o jogo por 3 sets a 2, com parciais de 3/6, 6/4, 6/3, 1/6 e 8/6, e encerrou um jejum de cinco anos sem vitórias sobre a grama.

Bellucci, 62º do mundo, converteu seu terceiro match point para voltar a vencer em Wimbledon, o que não acontecia desde 2010. Nas quatro edições seguintes do Grand Slam britânico, o brasileiro caiu logo na estreia. A sequência negativa sobre a grama só não é maior porque ele venceu em Queen's, em 2011, quando obteve duas vitórias.

Diante de um rival que veio do qualifying, o brasileiro começou mal nesta segunda. Ao perder o saque no início, Bellucci viu o rival abrir 3/0 no placar e demorou para embalar. Ele só ganhou consistência no segundo set, quando faturou uma quebra de saque e não teve o serviço ameaçado.

Bellucci repetiu a dose no terceiro set e virou o jogo, mostrando superioridade. Parecia que não teria problemas para fechar o duelo na quarta parcial. Bemelmans, porém, voltou a jogar como no início, endureceu a partida e empatou o confronto. No quinto e decisivo set, o equilíbrio predominou até que Bellucci se impôs no saque do rival no que se tornou o último game e fechou o jogo.

Na segunda rodada, Bellucci vai ter pela frente o forte saque do norte-americano Sam Querrey, que também estreou nesta segunda. Venceu o checo Lukas Rosol por 6/7 (6/8), 6/7(5/7), 6/4, 6/2 e 12/10.

FAVORITOS - Cabeças de chave número cinco e seis, o japonês Kei Nishikori e o canadense Milos Raonic estrearam com vitórias fáceis em Wimbledon. Nishikori bateu o australiano Samuel Groth por 6/4, 6/3 e 7/5, enquanto Raonic despachou o espanhol Pablo Carreño por 7/6 (7/4), 6/2 e 6/4.

O tenista do Canadá vai cruzar com o italiano Andreas Seppi, que avançou ao derrotar o espanhol Guillermo Garcia-Lopez por 6/2, 6/4 e 6/0. Já o japonês vai encarar na segunda rodada o francês Julien Benneteau, que derrotou nesta segunda o ucraniano Illya Marchenko por 6/4, 6/2 e 7/6 (10/8).

Ainda nesta segunda avançaram na chave de simples masculina os franceses Gilles Simon , Edouard Roger-Vasselin e Nicolas Mahut, o belga David Goffin, o ucraniano Alexandr Dolgopolov e o usbeque Denis Istomin, que despachou o cabeça de chave Kevin Anderson, da África do Sul.