24°
Máx
17°
Min

Bellucci surpreende com 'pneu', mas leva virada de Djokovic em Roma

Com um surpreendente "pneu" sobre o número 1 do mundo Novak Djokovic, o brasileiro Thomaz Bellucci fez uma de suas melhores exibições da carreira nesta quinta-feira, mas não conseguiu derrubar o grande favorito. O sérvio, que não levava um "pneu" desde 2012, buscou a virada e fechou o jogo no saibro do Masters 1000 de Roma por 2 sets a 1, com parciais de 0/6, 6/3 e 6/2, em 1h37min.

O desempenho impecável do brasileiro no set inicial surpreendeu a torcida italiana e até o próprio Djokovic, que não escondeu o espanto com as belas jogadas do brasileiro. No segundo set, ao vencer seu primeiro game na partida, o líder do ranking até fez comemoração. Foi o início da reação que o levou à vitória e às quartas de final.

Com o triunfo, Djokovic vai reencontrar Rafael Nadal, em busca de vaga na semifinal. Será o terceiro confronto entre os dois rivais na temporada. Nos dois anteriores, o sérvio levou a melhor, assim como aconteceu nos últimos seis duelos entre os dois. No geral, Djokovic lidera o retrospecto, com 25 vitórias e 23 derrotas.

O JOGO - Bellucci protagonizou no primeiro set uma de suas melhores atuações da carreira. Preciso, acertava bolas improváveis na linha, fazia estragos com cruzadas e paralelas, balançando Djokovic de um lado para o outro no fundo de quadra. Sem conseguir colocar em quadra seu primeiro saque, o sérvio não esboçava reação e ainda se admirava das boas jogadas do rival.

Somente na disputa dos primeiros pontos, o brasileiro chegou a emplacar 12 a 1. Com três quebras sobre um dos melhores saques do circuito, Bellucci finalizou a parcial cedendo apenas 8 dos 34 pontos em disputa ao líder do ranking no set inicial. De tão confiante, o brasileiro até se arriscava na rede, o que costuma ser um dos seus pontos fracos.

Na segunda parcial, Djokovic entrou no jogo, junto do seu primeiro serviço. Se no primeiro set, o sérvio acertou apenas 36% dos pontos quando jogou com o saque inicial, no segundo esse número subiu para 84%. Assim, não teve o fundamento ameaçado na parcial e ainda faturou sua primeira quebra sobre Bellucci.

Mais sólido, o sérvio assumiu o domínio da partida no início da terceira parcial. Ele obteve uma nova quebra logo no começo do set e abriu vantagem. Bellucci perdia ritmo, embora ainda acertasse belas jogadas, que contavam até com os aplausos do sérvio. Mas, aos poucos, o número 1 do mundo se estabeleceu no fundo de quadra e buscou a vitória após nova quebra.

O placar do duelo entre Bellucci e Djokovic não foi o único a surpreender a torcida de Roma nesta quinta. Mais cedo, o belga David Goffin aplicou uma "bicicleta" no experiente checo Tomas Berdych, que deixou a quadra abatido após levar duplo 6/0. Nas quartas de final, o tenista da Bélgica vai enfrentar o escocês Andy Murray, que voltará à vice-liderança do ranking na próxima semana.