22°
Máx
17°
Min

Campeão em Roma, Murray reassume segunda colocação do ranking da ATP

- Campeão em Roma, Murray reassume segunda colocação do ranking da ATP

Durou somente uma semana o retorno de Roger Federer à vice-liderança do ranking da ATP. Isto porque Andy Murray foi campeão do Masters 1000 de Roma no último fim de semana, ultrapassou o suíço e reassumiu a segunda colocação na última atualização da lista, divulgada nesta segunda-feira.

Murray surpreendeu o favorito Novak Djokovic na decisão do Masters 1000 de Roma, no último domingo. O britânico venceu o sérvio no saibro pela primeira vez na carreira, confirmou o bom momento neste tipo de piso e conquistou seu primeiro título no ano, o 36.º de simples na carreira.

O resultado foi suficiente para levá-lo de novo à segunda colocação do ranking, que havia perdido para Federer na semana passada. Murray subiu para 8.435 pontos, abrindo distância confortável em relação ao suíço, terceiro colocado com 7.015. A liderança, no entanto, segue tranquila nas mãos de Djokovic, dono de 16.150 pontos.

Outras duas mudanças aconteceram no Top 10 nesta atualização. O canadense Milos Raonic ganhou uma posição e subiu para nono. Outro que ascendeu foi o francês Richard Gasquet, que deixou a 12.ª posição e agora é o décimo. Pior para o espanhol David Ferrer, que caiu de nono para 12.º.

Quem mais foi beneficiado nesta atualização, no entanto, foi o francês Lucas Pouille. Grande surpresa do Masters 1000 de Roma, no qual chegou às semifinais e só foi derrotado pelo campeão Murray, ele subiu nada menos do que 21 posições, saindo de 52.º para 31.º do mundo.

Entre os brasileiros, Thomaz Bellucci perdeu duas posições, mesmo tendo vencido suas duas primeiras partidas em Roma, e caiu para a 39.ª colocação. Já Rogério Dutra Silva subiu nove posições depois de ter sido campeão do Challenger de Bordeaux, na França. Ele é agora o 85.º colocado, uma posição abaixo de seu melhor ranking na carreira, alcançado em 2013.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Novak Djokovic (SER), 16.150 pontos

2) Andy Murray (GBR), 8.435

3) Roger Federer (SUI), 7.015

4) Stan Wawrinka (SUI), 6.110

5) Rafael Nadal (ESP), 5.675

6) Kei Nishikori (JAP), 4.470

7) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.355

8) Tomas Berdych (RCH), 2.850

9) Milos Raonic (CAN), 2.785

10) Richard Gasquet (FRA), 2.725

11) Marin Cilic (CRO), 2.715

12) David Ferrer (ESP), 2.650

13) David Goffin (BEL), 2.570

14) Gael Monfils (FRA), 2.470

15) Dominic Thiem (AUT), 2.430

16) Roberto Bautista Agut (ESP), 2.015

17) John Isner (EUA), 2.010

18) Gilles Simon (FRA), 1.945

19) Nick Kyrgios (AUS), 1.875

20) Kevin Anderson (AFS), 1.795

39) Thomaz Bellucci (BRA), 1.055

85) Rogério Dutra Silva (BRA), 686

139) Thiago Monteiro (BRA), 409

166) Andre Ghem (BRA), 325

175) Guilherme Clezar (BRA), 307

185) João Souza (BRA), 300