22°
Máx
16°
Min

Confirmado, Djokovic abre duelo na Copa Davis e jogará até nas duplas

(Foto: Usopen.org) - Confirmado, Djokovic abre duelo na Copa Davis e jogará até nas duplas
(Foto: Usopen.org)

Após virar dúvida por causa de uma infecção no olho, Novak Djokovic confirmou nesta quinta-feira sua presença no time da Sérvia para enfrentar o Casaquistão, no fim de semana, pela rodada de abertura do Grupo Mundial da Copa Davis. O número 1 do mundo vai abrir o duelo na sexta-feira e está escalado até para jogar a partida de duplas.

Djokovic defenderá a equipe sérvia após se recuperar de uma infecção nos dois olhos. O problema atrapalhou seu rendimento no Torneio de Dubai, na semana passada, e o obrigou a abandonar a partida com o espanhol Feliciano López nas quartas de final.

Superada a infecção, Djokovic vai abrir a série melhor-de-cinco partidas diante do Casaque Aleksandr Nedovyesov, no piso duro e indoor de Belgrado. No sábado, o líder do ranking e o experiente Nenad Zimonjic vão encarar Andrey Golubev e o mesmo Nedovyesov. No dia seguinte, Djokovic duelará com Mikhail Kukushkin.

Outros cinco tenistas do Top 10 do ranking vão entrar em quadra neste fim de semana, pelo Grupo Mundial da Davis. Em um dos confrontos dois deles estarão frente à frente. Será no duelo entre a atual campeã Grã-Bretanha e o Japão. Andy Murray, atual número dois do mundo, enfrentará Kei Nishikori, 6º colocado da lista da ATP, no domingo.

Pela programação inicial, que pode sofrer alterações ao longo do fim de semana, Murray vai abrir o confronto contra Taro Daniel, na sexta-feira, em quadra dura e indoor em Birmingham. Em seguida, Nishikori duelará com o britânico Daniel Evans. No sábado, Jamie Murray, irmão de Andy e parceiro de Bruno Soares, formará dupla com Dominic Inglot para encarar Yoshihito Nishioka e Yasutaka Uchiyama.

Atual 7º do mundo, Tomas Berdych vai defender a República Checa contra a Alemanha no piso duro e indoor de Hanover. Pela programação, ele vai jogar duas partidas de simples, na sexta e no domingo.

Na Ilha de Guadalupe, no Caribe, a França vai contar com Jo-Wilfried Tsonga e Richard Gasquet para enfrentar o Canadá. A princípio, eles vão jogar somente nas duplas, no sábado, enquanto Gael Monfils e Gilles Simon, ambos dentro do Top 20, jogarão as partidas de simples.

Atual vice-campeã da Davis, a Bélgica terá David Goffin, 16º do ranking, para o confronto contra a Croácia de Marin Cilic, em casa. Eles vão se enfrentar somente no domingo. Já a Suíça não poderá contar com Roger Federer, 3º do ranking, e Stan Wawrinka, 4º, diante da anfitriã Itália, que estará desfalcada do machucado Fabio Fognini.

Em outro duelo do Grupo Mundial, a Austrália terá o aposentado Lleyton Hewitt para ser reserva diante dos Estados Unidos, em Melbourne. Bernard Tomic e Samuel Groth serão os titulares. Ex-número 1 do mundo, Hewitt deixou as quadras em janeiro, quando foi eliminado no Aberto da Austrália, e se tornou o novo capitão do time australiano na Davis. Para sua estreia no cargo, ele convocou a si mesmo para ficar como opção em razão da baixa de Nick Kyrgios, que se recupera de uma virose.