22°
Máx
14°
Min

Del Potro e Murray são convocados e devem duelar nas semifinais da Davis

(Fotos: Philip Hall/ Usopen.org) - Del Potro e Murray são convocados e devem duelar nas semifinais
(Fotos: Philip Hall/ Usopen.org)

Juan Martin del Potro e Andy Murray, que se enfrentaram na decisão dos Jogos Olímpicos do Rio, deverão duelar nas semifinais da Copa Davis após serem convocados nesta terça-feira para o confronto entre Grã-Bretanha e Argentina, marcado para Glasgow, no período entre 16 e 18 de setembro.

O reencontro entre eles, inclusive, poderá ocorrer antes, nas semifinais do US Open, caso ambos avancem nas quartas de final - no Rio-2016, Murray se deu melhor e levou a medalha de ouro do torneio de simples.

Além de Del Potro, o número 142 do mundo, a Argentina também convocou Federico Delbonis (43), Guido Pella (51) e Leonardo Mayer (117). O vice-capitão da equipe, Mariano Hood, porém, evitou confirmar se Del Potro será escalado para os dois jogos de simples.

O capitão Daniel Orsanic está nos Estados Unidos observando o desempenho de Del Potro, que chegou a ficar praticamente inativo durante dois anos e meio por causa de três cirurgias no seu punho esquerdo.

Para encarar a Grã-Bretanha, Orsanic decidiu tirar da equipe Juan Mónáco e convocou para seu lugar Mayer, que ficou fora do confronto pelas quartas de final da Davis.

Atual campeã da Davis, a Grã-Bretanha, além de Murray, convocou Kyle Edmund (84º colocado no ranking) e Dan Evans (64º) após campanhas de ambos no US Open, onde pararam nas oitavas de final e na terceira rodada, respectivamente. Além disso, a equipe também contará com Jamie Murray, quarto colocado no ranking de duplistas.

FRANÇA x CROÁCIA - Quadrifinalistas do US Open, Gael Mofils, o número 12 do mundo, e Jo-Wilfried Tsonga, o número 11, foram convocados nesta terça-feira para defender a França na semifinal diante da Croácia, marcada para fora de casa, em Zadar.

O promissor Lucas Pouille, que foi o algoz do espanhol Rafael Nadal em Nova York e vai encarar nesta terça Monfils, também foi chamado, mas inicialmente apenas como reserva. Já Gilles Simon e Richard Gasquet nem foram lembrados por Yannick Noah, que também apostou em Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert, os dois primeiros colocados do ranking de duplistas.

Já a Croácia chamou Borna Coric, ainda que o número 41 do mundo tenha abandonado a sua partida de estreia no US Open por causa de uma lesão no joelho. Marin Cilic, o nono colocado no ranking, e os duplistas Ivan Dodig e Marin Draganja completam a formação anunciada nesta terça-feira.