24°
Máx
17°
Min

Djokovic completa 200 semanas como número 1 do mundo e Bellucci deixa o Top 50

 (Foto: Mike Lawrence, Rob Loud e Andrew ong/ Usopen.org) - Djokovic completa 200 semanas como número 1 do mundo e Bellucci deixa o Top 50
(Foto: Mike Lawrence, Rob Loud e Andrew ong/ Usopen.org)

Novak Djokovic inicia a sua participação em Roland Garros, o segundo Grand Slam da temporada, com uma marca histórica. Dominante no tênis, o sérvio alcançou a 200ª semana como número 1 do mundo com a última atualização da lista, que leva em consideração os resultados da semana que antecedeu o início do tradicional torneio em Paris e também ficou marcada pela saída do brasileiro Thomaz Bellucci da relação dos 50 melhores tenistas do mundo, além do retorno do croata Marin Cilic ao Top 10.

O sérvio também atingiu a 99ª semana consecutiva como número 1 do mundo, com 16.150 pontos, quase o dobro do segundo, o britânico Andy Murray, com 8.435. O suíço Roger Federer, que não vai jogar Roland Garros, é o terceiro colocado da lista, com 7.015 pontos.

Campeão de Roland Garros no ano passado, o suíço Stan Wawrinka segue na quarta posição, mas agora com 6.315 pontos após ser campeão no último fim de semana do Torneio de Genebra. Ele é seguido pelo espanhol Rafael Nadal, o quinto colocado, pelo japonês Kei Nishikori, pelo francês Jo-Wilfried Tsonga, pelo checo Tomas Berdych e pelo canadense Milos Raonic, em nono lugar.

O Top 10 do ranking agora é fechado pelo croata Marin Cilic, que foi vice-campeão em Genebra e subiu uma posição, agora ocupando o décimo lugar. O espanhol David Ferrer também ascendeu um posto, para a 11ª posição, após avançar até as semifinais do torneio suíço. Eles ultrapassaram o francês Richard Gasquet, que perdeu duas posições e agora é o número 12 do mundo.

Bicampeão do Torneio de Nice no último fim de semana, o austríaco Dominic Thiem se manteve em 15º lugar no ranking. Já o alemão Alexander Zverev, que foi derrotado na decisão, ganhou sete posições e se tornou o número 41 do mundo.

Bellucci sofreu grande queda nesta atualização da lista. O brasileiro defendia 250 pontos na última semana, relativos ao título de Genebra no ano passado, mas caiu na segunda rodada na competição suíça e somou apenas 20. Assim, perdeu 18 posições e caiu para a 57ª colocação, com 825 pontos. Em Roland Garros, ele defenderá 45 pontos, pois avançou à segunda rodada no ano passado.

Além de Bellucci, o Brasil possui outro tenista entre os 100 melhores do mundo: Rogério Dutra Silva, que manteve a 85ª colocação no ranking e também jogará o Grand Slam parisiense.

A próxima atualização da lista da ATP, em 6 de junho, tem maior importância, pois fechará o ranking olímpico. Com um limite de quatro tenistas por país, os 56 melhores colocados estarão classificados para os Jogos do Rio. Depois, a Federação Internacional de Tênis fará oito convites para o evento.

Confira a classificação atualizada do ranking da ATP:

1º - Novak Djokovic (SER), 16.150 pontos

2º - Andy Murray (GBR), 8.435

3º - Roger Federer (SUI), 7.015

4º - Stan Wawrinka (SUI), 6.315

5º - Rafael Nadal (ESP), 5.675

6º - Kei Nishikori (JAP), 4.470

7º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.355

8º - Tomas Berdych (RCH), 2.850

9º - Milos Raonic (CAN), 2.785

10º - Marin Cilic (CRO), 2.775

11º - David Ferrer (ESP), 2.740

12º - Richard Gasquet (FRA), 2.725

13º - David Goffin (BEL), 2.570

14º - Gael Monfils (FRA), 2.470

15º - Dominic Thiem (AUT), 2.430

16º - Roberto Bautista Agut (ESP), 2.015

17º - John Isner (EUA), 1.965

18º - Gilles Simon (FRA), 1.945

19º - Nick Kyrgios (AUS), 1.855

20º - Kevin Anderson (AFS), 1.840

57º - Thomaz Bellucci (BRA), 825

85º - Rogério Dutra Silva (BRA), 686

139º - Thiago Monteiro (BRA), 409

165º - Andre Ghem (BRA), 325

177º - Guilherme Clezar (BRA), 307

186º - João Souza (BRA), 300