28°
Máx
17°
Min

Djokovic passa fácil por Thiem e busca título inédito em Roland Garros no domingo

(Foto:  Usopen.org) - Djokovic passa fácil por Thiem e busca título inédito em Roland Garros no domingo
(Foto: Usopen.org)

Mais uma vez na carreira, o sérvio Novak Djokovic terá a chance de conquistar o título do único torneio de Grand Slam que lhe falta: Roland Garros. Nesta sexta-feira, o número 1 do mundo passou fácil pelo austríaco Dominic Thiem e avançou à grande final da competição realizada em Paris. Com tranquilidade, aplicou um 3 sets a 0 - com parciais de 6/2, 6/1 e 6/4, em 1 hora e 49 minutos.

Esta será a quarta participação de Novak Djokovic na final de Roland Garros na carreira. Nas três anteriores, sonho frustrado pelo espanhol Rafael Nadal, em 2012 e em 2014, e no ano passado de forma surpreendente pelo suíço Stan Wawrinka. Nos outros três Grand Slams, são 11 títulos: é hexacampeão do Aberto da Austrália, tri em Wimbledon e bi no US Open.

A classificação desta sexta-feira fez Novak Djokovic chegar à marca de seis decisões seguidas de Grand Slams. Agora só está atrás do suíço Roger Federer, que tem uma sequência de oito e outra de 10 finais consecutivas na carreira. No total, o sérvio jogará uma partida pelo título pela 20.ª vez, empatando com Rafael Nadal. Só fica atrás de Federer, que tem 28.

Contra Dominic Thiem, sensação do circuito profissional - está na 15.ª colocação do ranking da ATP -, Novak Djokovic mantém 100% de aproveitamento no confronto direto. Agora são três vitórias, sendo que as anteriores aconteceram no Masters 1000 de Xangai, na China, em 2014, e no Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos, neste ano. Todas sem o sérvio perder um set sequer.

Em quadra, Novak Djokovic aproveitou a inexperiência de Dominic Thiem em torneios de Grand Slam - é sua primeira semifinal na carreira. Com calma para quebrar os serviços do austríaco, o número 1 do mundo só perdeu três games nos dois primeiros sets e abriu 6/2 e 6/1.

Só na terceira parciais que o tenista da Áustria resolveu jogar e, com uma quebra de serviço, abriu 3 a 0. Aí Novak Djokovic resolveu acabar com qualquer esperança de Dominic Thiem vencendo cinco games em sequência para depois fechar em 6 a 4.

Na decisão, o sérvio terá pela frente o britânico Andy Murray, número 2 do mundo, ou Stan Wawrinka, atual campeão de Roland Garros, que fazem a outra semifinal nesta sexta-feira.