23°
Máx
12°
Min

Federer obtém 1.071ª vitória, iguala marca de Lendl e avança em Stuttgart

(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas) - Federer obtém 1.071ª vitória, iguala marca de Lendl e avança em Stuttgart
(Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas)

Em sua volta ao circuito profissional depois de ter ficado fora de Roland Garros, Grand Slam encerrado no último domingo, em Paris, por causa de uma lesão nas costas, Roger Federer concluiu a sua estreia no Torneio de Stuttgart, nesta quinta-feira, derrotando o norte-americano Taylor Fritz por 2 sets a 1, com 6/4, 5/7 e 6/4. O jogo havia sido iniciado na quarta e foi interrompido ainda na primeira parcial por causa da chuva.

O triunfo, embora tenha sido conquistado com dificuldade diante de um prodígio norte-americano de apenas 18 anos que já ocupa a 65ª posição do ranking mundial, foi emblemático para a fantástica carreira do suíço. Essa foi a sua 1.071ª vitória, fato que o fez se igualar a Ivan Lendl como segundo tenista com maior número de triunfos na era profissional da modalidade, ficando atrás apenas agora do norte-americano Jimmy Connors, recordista absoluto, com incríveis 1.253 vitórias ao total.

O curioso é que Federer atingiu essa marca em um número de jogos quase igual ao de Lendl, checo naturalizado norte-americano, que realizou um total de 1.314 partidas. Essa desta quinta foi a 1.313ª da carreira do suíço. Connors, por sua vez, realizou um total de 1.535 confrontos e assim aumentou suas chances de ostentar seu recorde de vitórias.

Desta forma, Federer irá igualar, na próxima fase do Torneio de Stuttgart, o número de partidas disputadas por Lendl e atingirá outra marca expressiva da sua assombrosa carreira.

Recordista de títulos de Grand Slam, com 17 taças, Federer estreou direto na segunda rodada em Stuttgart e com a vitória desta quinta avançou às quartas de final, fase em que medirá forças com o alemão Florian Mayer, apenas o 226º colocado da ATP, que antes de a chuva interromper a rodada da última quarta derrotou o seu compatriota Michael Berrer, 121º do mundo, por 2 sets a 1, com 6/3, 3/6 e 6/4.

Já contra Fritz, Federer teve o jogo interrompido quando liderava o primeiro set em 4/3 na quarta-feira, antes de sofrer nesta quinta para confirmar o seu favoritismo. Primeiro ele confirmou todos os seus saques e aproveitou uma quebra de vantagem obtida no dia anterior para fechar a parcial inicial em 6/4.

No segundo set, porém, Fritz foi absoluto com o saque na mão e ainda converteu um de seis break points para fazer 7/5, empatando o jogo. O suíço, entretanto, não se abateu e desta vez foi mais eficiente na terceira parcial, na qual confirmou todos os seus serviços e aproveitou a única chance de quebra cedida pelo rival para repetir o 6/4 que liquidou o duelo, após 1h40min.

OUTROS JOGOS - Outras três partidas já foram encerradas nesta quinta-feira na chave de simples do ATP 250 alemão realizado em quadras de grama, que serve de preparação para Wimbledon, Grand Slam marcado para começar no próximo dia 27. Em uma delas, o austríaco Dominic Thiem justificou a sua condição de terceiro cabeça de chave ao bater o australiano Samuel Groth por duplo 7/6, com 7/3 e 7/2 nos tie-breaks. Assim, o atual sétimo colocado do ranking mundial também foi às quartas de final e terá como próximo rival o russo Mikhail Youzhny, que em outro duelo do dia eliminou o ucraniano Sergiy Stakhovsky com parciais de 6/3 e 7/6 (7/1).

Outro já garantido nas quartas de final é o francês Gilles Simon, quarto pré-classificado, que superou o alemão Jan-Lennard Struff por 2 sets a 1, com 6/4, 4/6 e 6/2, e agora espera pelo vencedor da partida entre o argentino Juan Martín del Potro e o australiano John Millman, também programada para esta quinta-feira.