23°
Máx
12°
Min

Federer ultrapassa Murray e assume 2º lugar da ATP; Melo volta ao topo nas duplas

Superado pelo sérvio Novak Djokovic na final do Masters 1000 de Madri, no último domingo, Andy Murray foi ultrapassado por Roger Federer no ranking da ATP, que foi atualizado nesta segunda-feira. O suíço assumiu a segunda posição ao ficar empatado com os mesmos 7.525 pontos do britânico, que deixou a vice-liderança e caiu para o terceiro lugar pelo fato de estar em desvantagem nos critérios de desempate (pontos conquistados em eventos de Grand Slam e no ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores tenistas de cada temporada ao término do ano).

Murray não conseguiu sustentar a liderança porque defendia em Madri a condição de atual campeão da importante competição realizada em quadras de saibro, que serve de preparação para Roland Garros, Grand Slam que começa na próxima segunda. Já Federer sequer jogou esta edição do torneio espanhol, mas está presente nesta semana no Masters 1000 de Roma, onde defenderá 600 pontos como atual vice-campeão, enquanto Murray só terá 90 pontos a defender na capital italiana.

Separados apenas pelos critérios de desempate, o suíço e o escocês seguem muito distantes de Djokovic, que está disparado na liderança, agora com 16.550 pontos. A mudança de posições logo abaixo do sérvio foi, por sinal, a única alteração de postos no Top 10, que depois de Murray é completado, pela ordem, por Stan Wawrinka (SUI), Rafael Nadal (ESP), Kei Nishikori (JAP), Jo-Wilfried Tsonga (FRA), Tomas Berdych (RCH), David Ferrer (ESP) e Milos Raonic (CAN).

Abaixo deste grupo, a principal novidade no Top 20 foi a troca de colocações entre o francês Gael Monfils e o austríaco Dominic Thiem, agora nos respectivos 14º e 15º lugares. Já o australiano Nick Kyrgios saltou de 21º para 20º após avançar às quartas de final do Masters 1000 de Madri. Assim, o francês passou a ocupar o 21º posto ao cair uma colocação.

BRASILEIROS - Já entre os brasileiros, a grande notícia desta segunda-feira foi a volta de Marcelo Melo ao topo do ranking de duplistas da ATP. Até a semana passada o posto vinha sendo ocupado pelo britânico Jamie Murray, que caiu do primeiro para o quarto lugar, sendo ultrapassado também pelo francês Nicolas Mahut e pelo romeno Horia Tecau, respectivos novos vice-líder e terceiro colocado.

Com 7.770 pontos, Melo está apenas 100 pontos à frente de Mahut depois de ter sido eliminado nas semifinais de duplas do Masters de Madri, atuando ao lado do croata Ivan Dodig, o nono colocado neste ranking. Dodig, por sinal, está logo à frente do brasileiro Bruno Soares, que não alterou a sua posição e fecha o Top 10.

Já no ranking de simples, Thomaz Bellucci, o número 1 do País, caiu uma colocação e agora é 37º tenista do mundo, enquanto Rogério Dutra Silva, outro brasileiro a figurar no Top 100, subiu dois postos e passou a ocupar o 94º lugar.

O destaque brasileiro desta semana na listagem de simples é a promessa Thiago Monteiro, que ascendeu nada menos do que 43 posições e agora está em 143º, posto que o coloca como novo número 3 do País. Pela primeira vez entre os 150 primeiros, ele teve essa grande evolução após conquistar o Challenger de Aix en Provence, na França.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Novak Djokovic (SER), 16.550 pontos

2) Roger Federer (SUI), 7.525

3) Andy Murray (GBR), 7.525

4) Stan Wawrinka (SUI), 6.380

5) Rafael Nadal (ESP), 5.675

6) Kei Nishikori (JAP), 4.290

7) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 3.400

8) Tomas Berdych (RCH), 2.940

9) David Ferrer (ESP), 2.920

10) Milos Raonic (CAN), 2.740

11) Marin Cilic (CRO), 2.725

12) Richard Gasquet (FRA), 2.680

13) David Goffin (BEL), 2.570

14) Gael Monfils (FRA), 2.460

15) Dominic Thiem (AUT), 2.340

16) John Isner (EUA), 2.100

17) Roberto Bautista (ESP), 2.015

18) Gilles Simon (FRA), 1.945

19) Kevin Anderson (AFS), 1.840

20) Nick Kyrgios (AUS), 1.795

37) Thomaz Bellucci (BRA), 1.080

94) Rogério Dutra Silva (BRA), 588

143) Thiago Monteiro (BRA), 400

167) Andre Ghem (BRA), 325

181) Guilherme Clezar (BRA), 308

186) João Souza (BRA), 300