22°
Máx
16°
Min

Kerber encerra série invicta de Halep, vai à final e fica perto do topo

A alemã Angelique Kerber não tomou conhecimento da série invicta da romena Simona Halep neste sábado e garantiu seu lugar na final do Torneio de Cincinnati, nos Estados Unidos. Com o triunfo, a número dois do mundo ficou a apenas uma vitória de assumir a liderança do ranking mundial.

Para tanto, terá que superar a checa Karolina Pliskova, que despachou a espanhola Garbiñe Muguruza, quarta cabeça de chave, por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3. No retrospecto, Kerber tem quatro vitórias e duas derrotas contra a adversária na final deste domingo.

Diante de Halep, a tenista da Alemanha só precisou de dois sets para chegar à vitória, por 6/3 e 6/4. A romena vinha de 13 triunfos consecutivos no circuito. Sem perder desde Wimbledon, ela foi campeã em Bucareste e Montreal nas últimas semanas - não disputou a Olimpíada do Rio de Janeiro por temor ao vírus da zika.

Kerber e Halep fizeram um set inicial equilibrado, quando a alemã sofreu duas quebras de saque. Porém, obteve três quebras e levou a primeira parcial. No set seguinte, a alemã voltou a perder o saque sem, contudo, sofrer maiores ameaças. Ela se impôs no serviço da rival mais duas vezes e sacramentou a vitória após 1h29min de duelo.

Se vencer a final deste domingo, Kerber vai alcançar a primeira colocação do ranking da WTA pela primeira vez na carreira. Assim, encerraria o domínio de Serena Williams, que não pôde defender o título em Cincinnati por problemas físicos.

Kerber impediria Serena de alcançar o recorde de semanas seguidas na liderança do ranking. A norte-americana figura na ponta há 183 semanas, a apenas três semanas de igualar a marca de 186 da alemã Steffi Graf.