27°
Máx
13°
Min

Kvitova arrasa Cibulkova, fatura título em Wuhan e encerra jejum

- Kvitova arrasa Cibulkova, fatura título em Wuhan e encerra jejum

Coroando uma semana incrível em Wuhan, a tenista checa Petra Kvitova se sagrou campeã do torneio chinês neste sábado ao derrotar na final a eslovaca Dominika Cibulkova. Com uma atuação arrasadora, a 16ª do ranking venceu a rival por duplo 6/1, em apenas 1h02min de duelo.

Kvitova encerrou um jejum de 13 meses sem títulos no circuito profissional. Ela não levantava um troféu desde agosto do ano passado, quando foi campeão em New Haven, nos Estados Unidos. Desde então, disputou apenas uma final, no Masters da WTA, quando foi vice diante da polonesa Agnieszka Radwanska.

Em Wuhan, a checa foi campeã pela segunda vez. A primeira conquista aconteceu em 2014. "Wuhan é realmente uma das minhas cidades favoritas. Tivemos um grande público e pude fazer algumas partidas incríveis. Estou muito feliz por ser campeã aqui novamente", celebrou Kvitova.

Para chegar ao título, a checa precisou derrubar nada menos que quatro cabeças de chave, incluindo a número 1 do mundo, a alemã Angelique Kerber nas oitavas de final. Na semifinal, superou a romena Simona Halep, atual número cinco do ranking.

O título fará Kvitova ascender novamente na lista da WTA. Dona de dois títulos em Wimbledon, a checa deve subir para o 11º lugar, deixando para trás a atual 16ª posição, sua pior colocação desde maio de 2011.

Na final de duplas, a norte-americana Bethanie Mattek-Sands e a checa Lucie Safarova venceram a indiana Sania Mirza e a checa Barbora Strycova por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/4, e garantiram vaga no Masters da WTA, que reunirá as oito melhores tenistas da temporada e as oito melhores duplas. A competição será realizada em Cingapura, entre 23 e 30 de outubro.

USBEQUISTÃO - Kvitova não é a única tenista da República Checa a celebrar um título neste fim de semana. Também neste sábado, Kristyna Pliskova brilhou na final do Torneio de Tashkent e conquistou o troféu. Na decisão, ela superou a japonesa Nao Hibino por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/3. Foi seu primeiro título de nível WTA na carreira. Atual número 100 do ranking, Kristyna é irmã gêmea de Karolina Pliskova, atual número seis do mundo e vice-campeã do US Open.