20°
Máx
14°
Min

Murray bate Isner e vai às quartas de final em Roland Garros

(Foto: Arquivo/Facebook Oficial de Andy Murray) - Murray bate Isner e vai às quartas de final em Roland Garros
(Foto: Arquivo/Facebook Oficial de Andy Murray)

O britânico Andy Murray deu mais um passo em busca de seu primeiro título de Roland Garros. Neste domingo, o tenista número 2 do mundo passou para as quartas de final ao derrotar o norte-americano John Isner por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (11/9), 6/4 e 6/3.

Agora, Murray está a apenas uma vitória de igualar suas melhores campanhas no Grand Slam francês, o único no qual ainda não chegou à final. Ele tem três semifinais, em 2011, 2014 e 2015, como melhores resultados em Paris.

Com as desistências de Roger Federer e Rafael Nadal, por lesões, a chave abriu para Murray, que ampliou seu favoritismo, principalmente após o bom momento atravessado por ele no saibro desde o ano passado. Seus três títulos no piso na carreira aconteceram do início do ano passado para cá.

O resultado deste domingo foi a segunda vitória contundente do cabeça de chave número 2 do torneio. Nas duas primeiras partidas, Murray havia precisado de cinco sets para passar pelo checo Radek Stepanek e pelo francês Mathias Bourgue. Na terceira, passou em três sets pelo croata Ivo Karlovic.

Neste domingo, Murray voltou a enfrentar um tenista que tem o saque como principal trunfo. No primeiro set, o britânico não conseguiu atacar o serviço de Isner, viu o cabeça de chave número 15 não ceder sequer um break point, mas em meio a um disputado tie-break, conseguiu largar em vantagem.

A perda da parcial desestabilizou Isner, que não se encontrou mais na partida. Se não havia cedido sequer um break point até então, viu Murray ter 10 nos dois sets seguidos. O britânico aproveitou somente dois, mas foi o suficiente para conseguir a vantagem necessária para fechar.

Agora, o número 2 do mundo espera para conhecer seu adversário nas quartas, que sairá de um duelo entre dois cabeças de chave. Ele pegará quem avançar da partida entre o japonês Kei Nishikori, quinto favorito, e o francês Richard Gasquet, nono.