22°
Máx
17°
Min

Murray bate Simon e decide título em Xangai contra Bautista Agut

Em seu jogo mais complicado na chave do Masters 1000 de Xangai até agora, o escocês Andy Murray sofreu neste sábado, mas bateu o francês Gilles Simon por 2 sets a 0, com placar de 6/4 e 6/3, em 1h43min de confronto. Com a vitória, o número dois do mundo se garantiu na final da competição chinesa, quando enfrentará o espanhol Roberto Bautista Agut, algoz do número 1 Novak Djokovic, na outra semifinal.

Neste domingo, Murray buscará o segundo título seguido na temporada, o sexto do ano. Na semana passada, o britânico se sagrou campeão do Torneio de Pequim, também na China. Um triunfo em Xangai é importante para o britânico manter a perseguição ao número 1 do mundo. Se vencer no domingo, Murray mantém as chances de derrubar Djokovic do topo ainda nesta temporada.

Isso porque o sérvio vacilou neste sábado e foi eliminado por Bautista Agut em sets diretos, em uma semifinal nervosa e de muita irritação por parte de Djokovic. O espanhol vai enfrentar Murray pela terceira vez no circuito. O britânico venceu as duas partidas anteriores, sem ceder um set sequer ao rival, atual 19º do ranking.

Para chegar a sua 10ª final do ano, Murray precisou de paciência contra Simon, conhecido pelas boas devoluções e pela consistência no fundo de quadra. No set inicial, o britânico chegou a sofrer três quebras de saque. No entanto, foi melhor no serviço do rival em quatro games e abriu vantagem no placar.

Na segunda parcial, Murray sofreu nova quebra. Mas, desta vez, hesitou menos e foi mais estável ao longo de todo o set. Assim, obteve mais duas quebras sobre o adversário francês e sacramentou a 15ª vitória sobre Simon no circuito - o tenista da França tem apenas dois triunfos sobre o britânico.