22°
Máx
14°
Min

Murray erra muito, mas elimina australiano e vai às oitavas de final

Ainda sem brilhar nesta edição de Wimbledon, Andy Murray venceu mais uma neste sábado e garantiu sua vaga nas oitavas de final. O tenista da casa, campeão em 2013, abusou dos erros, mas conseguiu vencer em sets diretos o australiano John Millman com parciais de 6/3, 7/5 e 6/2, em 2h10min.

Jogando sob a proteção do teto retrátil, que manteve a programação normal para a quadra central apesar da chuva, Murray pouco foi ameaçado pelo rival número 67 do mundo. No entanto, correu riscos por causa dos 34 erros não forçados que cometeu ao longo dos três sets. Arriscando mais, compensou as falhas com 32 bolas vencedoras, contra 18 do australiano.

No primeiro e segundo sets, Millman exibiu bom rendimento e até faturou duas quebras de saque, uma em cada parcial. O número dois do mundo não afobou e soube controlar a partida até fechar os dois sets. O terceiro foi o mais tranquilo. Murray sequer teve o serviço ameaçado, assegurando o triunfo com tranquilidade.

Nas oitavas de final, Murray vai ter pela frente o vencedor do confronto entre outro australiano, Nick Kyrgios, e o espanhol Feliciano López. Se confirmar o favoritismo, poderá cruzar com John Isner, Richard Gasquet ou Jo-Wilfried Tsonga nas quartas de final.

Ainda neste sábado, o norte-americano Steve Johnson bateu o búlgaro Grigor Dimitrov por 6/7 (6/8), 7/6 (7/3), 6/4 e 6/2, e se credenciou para enfrentar o suíço Roger Federer, dono de sete títulos em Wimbledon, nas oitavas de final.