22°
Máx
16°
Min

Murray quebra todos os saques de russo em triunfo e Melo avança em Pequim

(Foto: Divulgação)  - Murray quebra todos os saques de russo em triunfo e Melo avança
(Foto: Divulgação)

O britânico Andy Murray não teve muitos problemas para se garantir nas quartas de final do Torneio de Pequim, ATP 500 disputado em quadras duras. Nesta quarta-feira, o número 2 do mundo avançou ao superar o russo Andrey Kuznetsov, número 45 do mundo, por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em 1 hora e 16 minutos.

O duelo desta quarta foi o segundo de Murray com Kuznetsov, a quem o britânico havia superado em quatro sets durante a edição de 2014 do US Open. Dessa vez, o triunfo foi mais fácil, embora em um confronto com mais quebras de serviço do que o usual - dez em 15 games disputados.

No primeiro set, Kuznetsov não conseguiu confirmar o seu saque sequer uma vez, tendo conseguido duas quebras em quatro games de serviço de Murray. Já na segunda parcial, o britânico foi mais consistente no seu saque - só o perdeu uma vez - e converteu mais três break points para assegurar o seu triunfo sobre o russo, que fechou o jogo sem confirmar sequer um game de serviço.

Garantido nas quartas de final em Pequim, Murray agora terá pela frente o compatriota Kyle Edmund. O número 54 do mundo superou o espanhol Roberto Bautista Agut, 18º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6 e 6/4. Murray venceu o único duelo anterior entre eles, na última edição do Torneio de Queen's.

O espanhol David Ferrer, o número 13 do mundo, avançou às quartas de final ao bater o italiano Fabio Fognini, 43º colocado no ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4. Foi o 11º triunfo de Ferrer sobre o italiano. O seu próximo oponente será o alemão Alexander Zverev, número 24 do mundo, que venceu o norte-americano Jack Sock (25º) por 6/4 e 6/2.

Ainda pela primeira rodada do torneio chinês, o francês Richard Gasquet, número 17 do mundo, superou, de virada, o norte-americano Sam Querrey, 29º colocado no ranking, por 2/6, 6/3 e 6/2. Seu próximo rival vai ser o espanhol Pablo Carreno Busta, número 38 do mundo, que passou pelo australiano Bernard Tomic (22º) por 6/3 e 6/1.

Número 20 do mundo, o búlgaro Grigor Dimitrov precisou de 2 horas e 44 minutos para bater o norte-americano Steve Johnson, 23º colocado no ranking, por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (9/11) e 6/4. Seu próximo rival vai ser o francês Lucas Pouille, o número 16 do mundo.

O francês Adrian Mannarino, número 64 do mundo, aplicou 6/3, 4/6 e 6/3 no espanhol Albert Ramos e será o próximo rival de Rafael Nadal em Pequim. Já o tunisiano Malek Jazii (50º) vai duelar com o canadense Milos Raonic após bater o argentino Guido Pella por duplo 6/4.

DUPLAS - Pela chave de duplas do Torneio de Pequim, o brasileiro Marcelo Melo estreou com vitória. O mineiro e o polonês Lukasz Kubot superaram o uruguaio Pablo Cuevas e o sérvio Viktor Troicki por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (12/10) e 6/3, em 1 hora e 25 minutos.

No primeiro set, cada duplo converteu um break point, com Melo e Kubot se dando melhor em um equilibrado tie-break. Depois, na segunda parcial, eles não tiveram o serviço ameaçado e conseguiram duas quebras de serviço em três oportunidades, assegurando a passagem às quartas de final.

Na próxima fase, Melo e Kubot terão pela frente os franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin.