26°
Máx
19°
Min

Murray se recupera de dores, derrota Tomic e vai à semifinal em Cincinnati

Após sofrer com dores nas costas e no ombro em suas duas primeiras partidas em Cincinnati, Andy Murray mostrou nesta sexta-feira que os problemas físicos ficaram para trás. O número dois do mundo deu poucas chances ao australiano Bernard Tomic e venceu por 2 sets a 0, com duplo 6/4, em 1h18min de confronto.

Com o triunfo, garantiu sua vaga na semifinal no torneio de nível Masters 1000 disputado nos Estados Unidos. E está prestes a avançar a sua sétima final consecutiva, algo inédito em sua carreira. Das seis decisões já disputadas, ele venceu quatro, incluindo Wimbledon e o torneio olímpico no Rio de Janeiro.

Das últimas três finais, em duas seu rival foi o canadense Milos Raonic. E, novamente, Raonic será seu adversário. O tenista do Canadá venceu, mais cedo, o austríaco Dominic Thiem por 6/3 e 6/4.

Diante de Tomic, na noite desta sexta, Murray exibiu consistência do primeiro ao último ponto. E surpreendeu com a boa performance no saque. Cravou 10 aces e, apesar das quatro duplas faltas, acertou 85% dos pontos quando jogou com o primeiro serviço.

O tenista britânico havia exibido baixo rendimento no fundamento em seus dois primeiros jogos em Cincinnati, nesta semana, em razão de dores no ombro direito e nas costas. Nesta sexta, demonstrou estar recuperado dos problemas físicos.

A outra semifinal em Cincinnati terá o búlgaro Grigor Dimitrov e o croata Marin Cilic, 12º cabeça de chave do torneio.