21°
Máx
17°
Min

Nadal sobe para quarto e ranking volta a ter 'Big 4' no topo após um ano

(Foto: Divulgação)  - Nadal sobe para quarto e ranking volta a ter 'Big 4' no topo após um ano
(Foto: Divulgação)

A ordem do tênis mundial está restabelecida. Após pouco mais de um ano - exatamente 56 semanas - os quatro grandes da atualidade, membros do chamado 'Big 4', estão novamente nos quatro primeiros lugares do ranking mundial. Novak Djokovic é o primeiro, Andy Murray o segundo, Roger Federer o terceiro e Rafael Nadal o quarto.

Quem esteve afastado do Top 4 do ranking mundial foi o espanhol, que esteve entre os cinco primeiros do mundo por uma década inteira, a começar por 2005. Em maio do ano passado, ele caiu para o sétimo lugar, chegando a passar sete semanas num modestíssimo 10.º lugar.

Desde novembro do ano passado Nadal aparecia em quinto, sem conseguir ultrapassar o suíço Stan Wawrinka. A virada só veio após Roland Garros. Não exatamente por méritos do espanhol, que desistiu na terceira rodada por causa de uma lesão no punho esquerdo, mas porque o suíço não conseguiu defender o título conquistado no ano passado.

Campeão pela primeira vez, Djokovic venceu os últimos quatro eventos de Grand Slam e alcançou incríveis 16.950 pontos. Ele tem mais de oito mil pontos a mais do que Andy Murray, vice-campeão, que agora aparece com 8.915. Federer soma 6.655, contra 5.405 de Nadal e 5.035 de Wawrinka. Kei Nishikori ainda é o sexto, com 4.290 pontos, com boa folga sobre o grupo que vem atrás.

Esse pelotão agora é liderado por Dominic Thiem, austríaco de apenas 22 anos que entrou no Top 10 pela primeira vez na carreira depois de ser semifinalista em Roland Garros, subindo oito posições. Menos de 600 pontos separam ele de David Ferrer, o 14.º. O grupo também tem o checo Tomas Berdych, o canadense Milos Raonic, o francês Richard Gasquet, o belga David Goffin, o também francês Jo-Wilfried Tsonga e o croata Marin Cilic.

Após a surpreendente classificação às quartas de final, o espanhol Albert Ramos-Vinolas, de 28 anos, ganhou 23 posições e agora aparece em 32.º, no melhor ranking da carreira - ele só havia sido Top 50 em 2012.

BRASILEIROS - Eliminado na primeira rodada, Thomaz Bellucci perdeu cinco posições e agora é o 62.º colocado no ranking mundial, em sua pior posição desde maio do ano passado. Rogério Dutra Silva ganhou dois postos e está em 83.º lugar. É o melhor ranking da carreira de Rogerinho, que chegou a ser 84.ª em 2013. Há exatamente um ano, o brasileiro era o 533.º.

Em duplas, Marcelo Melo foi até a semifinal. Mas como ele defendia o título, despencou para o oitavo lugar, um posto à frente de Bruno Soares. Melo tem 6.310 pontos, contra 5.330 de Soares, seu parceiro nos Jogos Olímpicos do Rio.

Apenas pouco mais de 1.200 pontos separam Melo do novo líder do ranking mundial, o francês Nicolas Mahut, que soma 7.580. Parceiro de Soares, Jamie Murray repete o irmão e é o segundo, com 7.535 pontos. O francês Pierre-Hugues Herbert é o terceiro e os irmãos Bob e Myke Bryan dividem o quarto lugar. Andrá Sá é o 53.º, Marcelo Demoliner o 71.º e Thomaz Bellucci o 84.º.

Confira a classificação atualizada do ranking da ATP:

1º - Novak Djokovic (SER), 16.950 pontos

2º - Andy Murray (GBR), 8.915

3º - Roger Federer (SUI), 6.655

4º - Rafael Nadal (ESP), 5.405

5º - Stan Wawrinka (SUI), 5.035

6º - Kei Nishikori (JAP), 4.290

7º - Dominic Thiem (AUT), 3.105

8º - Tomas Berdych (RCH), 3.030

9º - Milos Raonic (CAN), 2.965

10º - Richard Gasquet (FRA),2.905

11º - David Goffin (BEL), 2.840

12º - Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.725

13º - Marin Cilic (CRO), 2.605

14º - David Ferrer (ESP), 2.560

15º - Gael Monfils (FRA), 2.290

16º - Roberto Bautista Agut (ESP), 2.150

17º - John Isner (EUA), 2.100

18º - Gilles Simon (FRA), 1.855

19º - Nick Kyrgios (AUS), 1.855

20º - Kevin Anderson (AFS), 1.760

62º - Thomaz Bellucci (BRA), 790

83º - Rogério Dutra Silva (BRA), 684

138º - Thiago Monteiro (BRA), 418

185º - Guilherme Clezar (BRA), 297

188º - Andre Ghem (BRA), 291

200º - João Souza (BRA), 260