26°
Máx
19°
Min

Nishikori vence e vai às quartas de final em Barcelona; Fognini reencontra Nadal

Kei Nishikori não teve tanta facilidade quanto Rafael Nadal para ir às quartas de final, mas se garantiu na próxima fase do Torneio de Barcelona nesta quinta-feira. Segundo cabeça de chave do ATP 500 espanhol realizado em quadras de saibro, o tenista japonês avançou ao vencer o francês Jeremy Chardy por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/5.

Com o triunfo obtido em 1h23min, o atual sexto colocado do ranking mundial se credenciou para encarar nas quartas o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que em outro duelo do dia passou pelo russo Karen Khachanov com parciais de 6/4 e 7/5.

Esse foi o sexto confronto que Nishikori travou com Chardy, hoje o 33º tenista do mundo, que sofreu a sua quarta derrota para o rival asiático. Neste novo embate, o japonês confirmou todos os seus saques no primeiro set sem oferecer chances de quebra ao adversário e converteu o único break point cedido pelo francês para abrir vantagem antes de fechar a parcial em 6/3.

Já no segundo set, marcado pela instabilidade dos dois tenistas, Nishikori chegou a ter o seu serviço quebrado por duas vezes, mas foi feliz em três de quatro oportunidades de ganhar games no saque do rival para liquidar o jogo em 7/5.

FOGNINI REENCONTRA NADAL - Surpreendido por Fabio Fognini na edição passada do Torneio de Barcelona, Nadal terá a chance de dar o troco do rival neste ano. O italiano, 12º cabeça de chave, se credenciou para encarar o espanhol ao vencer o sérvio Viktor Troicki por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2, em outro duelo desta quinta. Horas mais cedo, Nadal foi às quartas de final sem sustos ao passar pelo seu compatriota Albert Montañes por duplo 6/2.

No ano passado, Fognini superou o ídolo espanhol com uma vitória por 2 sets a 0 em Barcelona. No retrospecto geral do duelo entre os dois, porém, o atual quinto colocado do ranking mundial está em vantagem. Ganhou seis dos nove duelos com o rival, sendo o último deles no Torneio de Pequim do ano passado. Também em 2015, entretanto, o hoje 33º tenista do mundo impôs uma dura eliminação ao espanhol na terceira rodada do US Open.

Outros três tenistas que asseguraram classificação às quartas de final nesta quinta-feira foram o francês Benoit Paire, o alemão Philipp Kohlschreiber e o russo Andrey Kuznetsov, todos cabeças de chave. O primeiro deles avançou ao superar o uruguaio Pablo Cuevas por 6/2 e 6/4. Kohlschreiber, por sua vez, desbancou o espanhol Feliciano Lopez, sétimo pré-classificado, com um triunfo de virada com parciais de 6/7 (5/7), 7/5 e 6/3. Já Kuznetsov eliminou o checo Radek Stepanek por 6/2 e 6/4.

Kohlschreiber e Kuznetsov, por sinal, irão travar um dos duelos que valerão vaga nas semifinais. Já o próximo rival de Paire, sexto cabeça de chave, será o tunisiano Malek Jaziri, que passou pelo alemão Alexander Zverev por 7/6 (7/5) e 6/4.