28°
Máx
17°
Min

Rival desiste por lesão e Djokovic avança à 3ª rodada do US Open sem jogar

(Foto: Danilo Borges /ME /Brasil2016) - Djokovic avança à 3ª rodada do US Open sem jogar
(Foto: Danilo Borges /ME /Brasil2016)

Depois de ter algum trabalho para confirmar favoritismo em sua estreia no US Open, na segunda-feira, quando chegou a perder um set para o polonês Jerzy Janowicz, Novak Djokovic sequer precisou entrar em quadra para avançar à terceira rodada do Grand Slam norte-americano, nesta quarta, em Nova York. O tenista sérvio contou com a desistência do checo Jiri Vesely, que duas horas antes do início do confronto alegou uma inflamação no antebraço esquerdo para não encarar o número 1 do mundo.

"Você tem de estar a 100% para jogar contra Novak", afirmou Vesely, que se lesionou na partida de segunda-feira contra o indiano Saketh Myneni, superado por 3 sets a 2 na primeira rodada do US Open. "Essa partida de quatro horas não me ajudou muito", completou o checo, lamentando em seguida que estava "empolgado" para o jogo no qual "não tinha nada a perder" diante de Djokovic.

O sérvio, por sua vez, poderá se poupar para o jogo da terceira rodada, que será apenas na sexta-feira, depois de ter sofrido com problemas físicos nos últimos tempos. Ele alegou ter lesionado o punho esquerdo poucos dias antes do início dos Jogos Olímpicos do Rio, onde acabou eliminado na estreia diante do argentino Juan Martín del Potro. Essa lesão, por sinal, acabou deixando o líder do ranking mundial fora do Masters 1000 de Cincinnati.

Durante a vitória sobre Jerzy Janowicz, Djokovic chegou a receber atendimento médico por causa de dores no braço esquerdo já no primeiro set, sendo que em vários momentos da partida exibiu expressão de dor, fato que impossibilitou também que pudesse sacar com a potência habitual.

Após avançar sem precisar jogar, Djokovic irá enfrentar na terceira rodada o ganhador do confronto entre o argentino Guido Pella e o russo Mikhail Youzhny, também programado para ser encerrado nesta quarta-feira.

Em partida já finalizada nesta quarta em Nova York, o norte-americano John Isner sofreu um pouco, mas confirmou a sua condição de 20º cabeça de chave ao derrotar o belga Steve Darcis por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/4, 6/7 (10/12) e 6/3, para também ir à terceira rodada do US Open. E o próximo rival do tenista da casa também já foi definido nesta quarta. Trata-se do britânico Kyle Edmund, que passou pelo norte-americano Ernesto Escobedo por 7/5, 6/4 e 6/4.

Outro cabeça de chave que já se garantiu na terceira fase do Grand Slam foi o sul-africano Kevin Anderson. Listado como 23º pré-classificado, ele passou pelo canadense Vasek Pospisil por 7/6 (7/3), 6/4 e 6/4 e assim se credenciou para encarar na próxima fase o ganhador da partida entre o francês Jo-Wilfried Tsonga e o australiano James Duckworth, também programada para acabar nesta quarta.