24°
Máx
17°
Min

Serena desiste de torneios na China e só deve voltar a jogar no Masters da WTA

Serena Williams confirmou oficialmente nesta sexta-feira que desistiu de disputar os Torneios de Wuhan e Pequim, eventos de nível Premier do circuito profissional, que faziam parte desta reta final de 2016 em seu calendário. Atual vice-líder do ranking mundial, a tenista norte-americana alegou um persistente problema no ombro direito como justificativa para não atuar nesta competições na China.

Com 34 anos de idade, Serena vem sofrendo com problemas físicos nas últimas temporadas e neste ano, no qual perdeu a condição de líder do ranking mundial durante a edição passada do US Open, em Nova York, ela participou de apenas oito torneios.

A tenista dos Estados Unidos também ganhou apenas dois títulos em 2016, em Roma e no Grand Slam de Wimbledon, e amargou vice-campeonatos no Aberto da Austrália, em Indian Wells e Roland Garros, sempre atuando na condição de favorita.

"Estou decepcionada por não estar preparada para competir em Wuhan ou no Aberto da China (Torneio de Pequim) por causa de contínuos problemas no meu ombro direito. Estou conseguindo treinar e jogar, mas meu ombro não está bem o suficiente para disputar um torneio", lamentou Serena, ao justificar a sua ausência das próximas competições.

Em seguida, Serena informou que agora irá focar em sua recuperação visando a disputa do Masters da WTA, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada, no próximo mês, em Cingapura. Dona de 22 títulos de Grand Slam, ela luta para recuperar a sua melhor condição física após ter perdido a liderança do ranking mundial para a alemã Angelique Kerber, que coroou a condição de nova líder do ranking com o título do último US Open.