24°
Máx
17°
Min

Soares e Murray derrubam favoritos e vão à final do US Open

(Foto: Divulgação)  - Soares e Murray derrubam favoritos e vão à final do US Open
(Foto: Divulgação)

Bruno Soares e Jamie Murray garantiram vaga nesta quinta-feira em mais uma final de Grand Slam. Campeões do Aberto da Austrália, em janeiro, eles conquistaram a chance de repetir um título deste nível, desta vez no US Open, ao derrotarem os favoritos Nicolas Mahut e Pierre-Hugues Herbert, ambos da França, por 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/4 e 6/3, em duas horas de partida.

Atuais campeões em Nova York, Mahut e Herbert são os melhores tenistas de duplas do mundo na atualidade. Eles lideram tanto o ranking individual, com Mahut na frente, quanto a lista de duplas da temporada. Com o resultado, Soares e Murray devolveram a derrota sofrida na final do Masters 1000 de Montecarlo, em abril deste ano.

Com o triunfo desta quinta, o tenista brasileiro vai disputar sua terceira final de duplas masculinas em torneios de Grand Slam - tem como saldo um título e um vice-campeonato, justamente no US Open, em 2013. Por outro lado, Soares tem dois troféus em duplas mistas no currículo, ambos em Nova York.

Jamie Murray, por sua vez, vai para a quarta final de duplas masculinas. Foi vice-campeão em Wimbledon e no US Open do ano passado. No Aberto da Austrália deste ano, faturou seu primeiro título em torneios deste nível, junto de Bruno Soares.

Para buscarem o segundo troféu em Slams, brasileiro e escocês terão que superar na final uma dupla espanhola. Seus futuros rivais vão sair do confronto entre Feliciano e Marc López contra Pablo Carreño Busta e Guillermo Garcia-López, todos da Espanha.

Nesta quinta, Soares e Murray foram superiores desde o início. Dominaram o set inicial e até vislumbraram uma vitória tranquila quando Herbert recebeu atendimento médico em quadra, em razão de dores no joelho direito. No entanto, o francês manteve o nível de jogo ao voltar à partida.

Na segunda parcial, brasileiro e escocês só oscilaram nos games finais e pagaram caro pela irregularidade. Com uma dupla falta de Murray, os franceses quebraram o saque, venceram o set e empataram a partida.

Porém, no terceiro set Soares e Murray retomaram o domínio e faturaram uma quebra de saque no início para abrir a vantagem necessária para fechar o jogo. No final, ainda obtiveram outra quebra, sacramentando a vitória no quarto match point.