21°
Máx
17°
Min

Teliana estreia contra checa e pode pegar Serena na 2ª rodada em Roland Garros

(Foto: Divulgação)  - Teliana estreia contra checa e pode pegar Serena na 2ª rodada em Roland Garros
(Foto: Divulgação)

A brasileira Teliana Pereira conheceu nesta sexta-feira a sua adversária de estreia em Roland Garros, segundo Grand Slam da temporada, que começará a ser disputado no próximo domingo. E ele será a checa Krystina Pliskova, apenas a 110ª colocada no ranking da WTA, de acordo com o que determinou o sorteio realizado em Paris.

Teliana está melhor ranqueada do que a sua adversária - é a numera 81 do mundo -, mas perdeu os dois duelos que fez com a checa, ambos em 2013. Assim, terá que superar esse retrospecto negativo para igualar as campanhas que fez nas edições de 2014 e 2015, quando avançou à segunda rodada em Paris.

Caso tenha êxito novamente no seu jogo de estreia em Roland Garros, Teliana deverá encarar na sequência a norte-americana Serena Williams, a número 1 do mundo e que vai abrir a sua participação em Paris diante da eslovaca Magdalena Rybarikova, 76ª colocada no ranking, a quem superou uma vez.

Dona de 21 títulos dos torneios do Grand Slam, Serena chega para a disputa de Roland Garros tentando igualar a marca de 22 conquistas de Steffi Graf, mas terá que superar possíveis emboscadas. Uma delas deverá ser um confronto com a bielo-russa Victoria Azarenka, a número 5 do mundo, nas quartas de final.

Atual campeã em Roland Garros, Serena poderá duelar com a francesa Kristina Mladenovic na terceira rodada e com a sérvia Ana Ivanovic, que venceu o torneio parisiense em 2008, nas oitavas de final.

Nas semifinais, Serena poderá reeditar a decisão da última edição do Aberto da Austrália com a alemã Angelique Kerber, número 3 do mundo e que conquistou em Melbourne o primeiro título de Grand Slam da sua carreira.

Além dessas oponentes, Serena também precisará superar certa irregularidade e inatividade, pois o título do Torneio de Roma, assegurado no último fim de semana, foi o primeiro em nove meses da número 1 do mundo, que só disputou quatro competições em 2016, com três finais disputadas. A norte-americana, que já foi campeã três vezes em Paris, nunca venceu edições consecutivas de Roland Garros.

Do outro lado da chave, a polonesa Agnieszka Radwanska, a número 2 do mundo, ainda busca o primeiro título da sua carreira e vai estrear diante da sérvia Bojana Jovanovski, apenas a 122ª colocada no ranking da WTA.