26°
Máx
19°
Min

Tsonga surpreende, bate Federer de virada e vai à semifinal em Montecarlo

Mais uma vez a zebra deu as caras no Masters 1000 de Montecarlo. Depois da eliminação precoce de Novak Djokovic logo na estreia, nesta sexta-feira foi a vez do suíço Roger Federer cair já nas quartas de final do torneio monegasco. O número 3 do mundo não resistiu ao francês Jo-Wilfried Tsonga e perdeu por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 3/6, 6/2 e 7/5.

Tsonga precisou de pouco mais de duas horas, mas garantiu a classificação à semifinal. Foi a segunda vitória consecutiva do francês diante de Federer, apesar do retrospecto geral ser bem favorável ao suíço, que venceu 11 dos 16 jogos anteriores disputados entre eles.

O confronto desta sexta-feira foi bastante equilibrado desde o início. Os dois tenistas conseguiram quebras logo no começo do primeiro set e seguiram empatados até o sétimo game, quando Federer voltou a vencer no saque do rival. A partir daí, o suíço não deu mais chances de recuperação a Tsonga e largou em vantagem.

O segundo set começou bem parecido: Tsonga conseguiu uma quebra logo de cara e Federer devolveu na sequência. Só que desta vez, o francês foi quem se impôs, aproveitou mais dois break points e empatou a partida sem maiores dificuldades.

Na parcial de desempate, nenhum dos dois queria dar chance ao adversário e o jogo seguiu sem sequer um break point até o décimo game. No 11.º. Tsonga aproveitou um raro vacilo de Federer no serviço e conseguiu a vantagem necessária. O suíço ainda chegou a ameaçar uma reação no game seguinte, mas aí o francês assumiu as rédeas, sacou muito bem e fechou.

Agora, Tsonga espera para conhecer seu adversário na busca por uma vaga na decisão em Montecarlo. Ele terá pela frente o vencedor do confronto entre as duas grandes surpresas desta edição do torneio: o francês Gael Monfils e o espanhol Marcel Granollers, que se enfrentam ainda nesta sexta.