23°
Máx
12°
Min

Wawrinka e Del Potro vencem e irão se enfrentar na 2ª rodada de Wimbledon

O suíço Stan Wawrinka sofreu um pouco, mas confirmou a sua condição de quarto cabeça de chave de Wimbledon ao vencer o norte-americano Taylor Fritz por 3 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 6/1, 6/7 (2/7) e 6/4, nesta terça-feira, em sua estreia no Grand Slam realizado em Londres.

E o atual quinto colocado do ranking mundial irá travar já na segunda rodada um confronto que promete ser bastante interessante na segunda rodada de disputas na tradicional grama inglesa. Ele irá encarar o argentino Juan Martín del Potro, ex-Top 10 que hoje é apenas o 165º tenista do mundo, que em outro jogo deste dia de confrontos superou o francês Stephane Robert por 3 sets a 0, com facilidade e parciais de 6/1, 7/5 e 6/0.

Atrapalhado por uma série de lesões no pulso que o deixaram muito tempo afastado do circuito profissional nos últimos anos, Del Potro irá encarar Wawrinka pela sexta vez, sendo que ganhou três dos cinco embates disputados entre os dois até hoje. Uma das derrotas do argentino para o rival, porém, aconteceu justamente em Wimbledon, há oito anos, quando o suíço triunfou em sets diretos nas oitavas de final.

O tenista sul-americano também caiu diante de Wawrinka no distante Torneio de Umag de 2006, mas, após o novo revés sofrido na sequência em Wimbledon, superou o adversário nos Masters 1000 de Roma e Madrid de 2009, assim como no Torneio de Estoril de 2012. Exceto no Grand Slam inglês, os duelos foram sempre disputados em piso de saibro, fato que também minimiza o peso da vantagem do argentino no retrospecto entre os dois.

Para ter a chance de reencontrar Del Potro, Wawrinka precisou jogar 2h23min diante do prodígio Taylor Fritz, que aos 18 anos de idade ocupa a 65ª posição do ranking mundial. O suíço só foi conseguir ganhar o primeiro set no tie-break, por 7/4, após os dois tenistas confirmarem todos os seus saques.

Já na segunda parcial, Wawrinka foi muito superior ao não ser ameaçado por nenhuma vez com o serviço na mão e ainda converter três de cinco break points para fazer 6/1. Fritz, porém, não se intimidou e voltou a confirmar todos os seus saques para levar nova disputa ao tie-break, no qual desta vez surpreendeu com um 7/2.

No quarto set, o suíço voltou com tudo e abriu 4/0 ao conquistar duas quebras seguidas. O norte-americano ainda esboçou uma reação ao converter um break point, mas o favorito acabou fechando a parcial e o jogo em 6/4.

OUTROS RESULTADOS - Outros dois tenistas de destaque que venceram em suas estreias em jogos já encerrados nesta terça-feira em Londres foram os franceses Richard Gasquet e Jo-Wilfried Tsonga, respectivos sétimo e 12º cabeças de chave.

O primeiro deles despachou o britânico Aljaz Bedene por 3 sets a 0, com 6/3, 6/4 e 6/3, e irá encarar na segunda rodada o espanhol Marcel Granollers, que em outro duelo do dia eliminou o dominicano Victor Estrella com parciais de 6/2, 6/4, 2/6 e 6/4.

Já Tsonga passou pelo espanhol Iñigo Cervantes por 6/4, 7/6 (7/5) e 6/4 e medirá forças na próxima fase contra o argentino Juan Monaco, que passou pelo japonês Taro Daniel por 3 sets a 1, com 7/5, 4/6, 6/3 e 6/2.

Outro que confirmou a condição de favorito na estreia foi o australiano Nick Kyrgios, 15º pré-classificado, que eliminou o checo Radek Stepanek por 6/4, 6/3, 6/7(9/11) e 6/1. Assim, ele se credenciou para jogar na próxima fase contra o alemão Dustin Brown, que levou a melhor em uma batalha de cinco sets com o sérvio Dusan Lajovic que teve parciais de 4/6, 6/3, 3/6, 6/3 e 6/4.

Os espanhóis Roberto Bautista e Feliciano López, respectivos 14 e 22º cabeças de chave, também triunfaram em suas estreias nesta terça, assim como o português João Sousa, o sérvio Viktor Troicki, o alemão Benjamin Becker, o australiano John Millman, o norte-americano Dennis Novikov e o taiwanês Yen-Hsun Lu venceram em jogos válidos pela primeira rodada já encerrados neste dia em Londres.