22°
Máx
17°
Min

Com Scheidt e Fernanda, Brasil fatura duas pratas no Princesa Sofia

O Brasil conseguiu as duas medalhas pelas quais brigava nas regatas da medalha (medal races) do Troféu Princesa Sofia, uma das mais tradicionais competições internacionais de vela, realizada em Palma de Maiorca, na Espanha. Fernanda Oliveira e Ana Barbachan não conseguiram manter a liderança da 470 Feminina, mas faturaram a prata. Robert Scheidt também ficou em segundo, mas depois de vencer a medal race da Laser e ganhar uma posição.

Fernanda e sua proeira, Ana, lideraram a competição da 470 desde a primeira das 10 regatas da fase de classificação. Elas chegaram à medal race empatadas em primeiro, mas ficaram só em sétimo na regata final. Terminaram com a prata, atrás de Agnieszka Skrzypulec/Irmina Mrozek Gliszczynska, da Polônia.

Medalhista de bronze em Pequim, quando velejava com Isabel Swan, Fernanda é forte candidata a mais uma medalha no Rio. Desde o início do ano passado, ficou entre as cinco primeiras de quase todas as competições que disputou - exceto um 12º lugar no segundo evento-teste - e terminou em quarto o Mundial, disputado em fevereiro.

Robert Scheidt também vem em grande fase. Como de costume, cresceu na reta final do Princesa Sofia. Ganhou a medal race e alcançou a prata, só atrás do neozelandês Andrew Maloney, que já havia assegurado o ouro. O brasileiro vem de títulos na etapa de Miami da Copa do Mundo e no Brasileiro - que contou com diversos velejadores internacionais.

O outro barco brasileiro que chegará ao Rio brigando por medalha, da 49erFX, formado por Martine Grael e Kahena Kunze, abandonou em Palma de Maiorca já no terceiro dia, porque Kahena começou a sentir dores no joelho. A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) já informou que ela não preocupa para a Olimpíada.

Neste sábado, o Brasil ainda participou de outras duas medal races. Na Finn, Jorge Zarif foi terceiro na regata e terminou em nono no geral. Marco Grael/Gabriel Borges também acabou em nono na 49er, ganhando uma posição.

Os demais brasileiros já encerraram suas participações. Samuel Albrecht/Isabel Swan ficou em 14º na Nacra17, Fernanda Decnop em 24º na Laser Radial e Henrique Haddad/Bruno Bethlem em 27º na 470 Masculina. Da equipe que irá à Olimpíada do Rio, só Bimba e Patrícia Freitas, da RS:X, não foram ao Princesa Sofia.