22°
Máx
14°
Min

Ágatha/Bárbara é prata e Larissa/Talita ganha bronze em Hamburgo

(Foto: Divulgação/CBV) - Ágatha/Bárbara é prata e Larissa/Talita ganha bronze em Hamburgo
(Foto: Divulgação/CBV)

Em uma prévia do que pode acontecer na Olimpíada, Agatha e Bárbara Seixas ficaram com a prata no Major de Hamburgo, etapa alemã do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, enquanto Larissa e Talita faturaram o bronze. A semifinal da competição contou com as quatro melhores duplas do ranking mundial, que serão cabeças de chave no Rio-2016 e terão chave privilegiada exatamente até a semi.

Como, assim como na Olimpíada, não há a garantida de que as duas primeiras cabeças de chave cairão em chaves diferentes da semifinal, Larissa/Talita e Ágatha/Bárbara Seixas se enfrentaram na semi em Hamburgo, neste sábado, abrindo o dia.

Num jogo parelho, a vitória ficou com Ágatha/Bárbara, por 2 sets a 1, parciais de 19/21, 21/18 e 15/11, em 53 minutos de jogo. Na outra semifinal, Ludwig/Walkenhorst, da Alemanha, passou por Walsh/Ross, dos EUA, também em três sets.

Na decisão do bronze, o quarto confronto entre Larissa/Talita e Walsh/Ross no ano, com a terceira vitória das brasileiras, desta vez por 2 a 0 (21/15 e 21/17). No Grand Slam de Moscou, na Rússia, há duas semanas, as americanas haviam vencido este mesmo duelo na final. Em Vitória (ES), em março, também na final, deu Larissa/Talita.

Em Hamburgo, a decisão do ouro foi entre Ludwig/Walkenhorst e Ágatha/Bárbara Seixas. Bicampeãs europeias na semana passada, as alemãs levaram a melhor e venceram por 2 a 1 (21/19, 19/21 e 15/12). Desde o título mundial, em julho do ano passado, as brasileiras não ganham uma medalha de ouro no Circuito. Elas estão em segundo no ranking mundial, só atrás de Larissa e Talita.

NA SEMI - Entre os homens, Alison e Bruno Schmidt estão na semifinal. Neste sábado, os únicos brasileiros vivos na chave masculina venceram os mexicanos Virgen/Ontiveros, por 2 sets a 1 (21/23, 21/14, 15/8), garantindo presença na briga pelas medalhas, que será no domingo. A semi vai ser contra os norte-americanos Phil Daulhausser (campeão olímpico) e Nick Lucena.

Em ótimo momento, Alison e Bruno venceram 30 das últimas 31 partias, tendo perdido apenas na final do Grand Slam de Moscou, para uma dupla da Holanda. Eles vão ser os cabeças de chave número 1 dos Jogos Olímpicos.

Eliminados nas oitavas, Evandro e Pedro Solberg podem perder o segundo lugar do ranking mundial para Brouwer/Meewsen, da Holanda, que também está na semifinal. Mesmo assim, os brasileiros serão uma das quatro duplas cabeças de chave.