24°
Máx
17°
Min

Alison/Bruno, Evandro/Pedro e Larissa/Talita avançam em Moscou sem perder sets

(Foto: Matheus Vidal/ CBV) - Alison/Bruno, Evandro/Pedro e Larissa/Talita avançam em Moscou sem perder sets
(Foto: Matheus Vidal/ CBV)

As quatro duplas que representarão o Brasil no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos do Rio estão começando muito bem a parte mais dura da temporada internacional. Alison/Bruno Schmidt, Pedro Solberg/Evandro e Larissa/Talita conquistaram três vitórias cada na fase de grupos do Grand Slam de Moscou (Rússia) e avançaram às oitavas de final do torneio sem sequer perderem sets. Ágatha/Bárbara Seixas sofreu uma derrota nesta quinta e terá que disputar a repescagem.

Pela chave masculina, Alison e Bruno venceram duas partidas nesta sexta-feira, sobre os canadenses Binstock/Schachter (duplo 21/14) e os poloneses Losiak/Kantor (21/18 e 26/24). Pedro Solberg e Evandro tiveram um dia complicado, contra duplas de bons resultados, mas venceram por 2 a 0 tanto os mexicanos Virgen/Ontiveros (21/18 e 21/17) quanto os italianos Nicolai/Lupo (22/20 e 21/17).

Entre as mulheres, o dia foi de só um jogo por time. Larissa e Talita venceram Menegatti/Orsi, da Itália, com duplo 21/18, enquanto Agatha e Bárbara Seixas caíram diante de Heidrich/Zumkehr, da Suíça, num jogo muito parelho, por 2 sets a 1 (23/21, 21/23 e 16/14). Na repescagem, sexta, elas enfrentamSlukova/Hermannova, da República Checa.

Se avançarem, entram no caminho de Juliana/Taiana, dupla que avançou às oitavas com três vitórias, sendo a desta sexta-feira sobre Kolosinska/Brzostek, da Polônia. Elize Maia/Duda está na repescagem, mas deu trabalho, quarta, para Walsh/Ross, dupla dos Estados Unidos. Nesta quinta, as brasileiras venceram Motrich/Makroguzova, da Rússia, avançando em segundo no grupo.

Vitor Felipe/Álvaro Filho é outra dupla do Brasil invicta. Nesta sexta, os paraibanos venceram Windscheif/Fuchs (Alemanha) e Nummerdor/Varenhorst (Holanda) e avançaram direto às oitavas de final. O único time brasileiro eliminado é Ricardo/André Stein, que estreou como dupla em Moscou com três derrotas na fase de grupos. Antes, entretanto, eles haviam furado o qualifying.

O Grand Slam de Moscou é o primeiro de uma série de cinco torneios de premiação máxima no Circuito Mundial, sendo seguido de eventos em Hamburgo (Alemanha), Olsztyn (Polônia), Porec (Croácia) e Gstaad (Suíça), todos na sequência, até 10 de julho. Depois ainda será jogado mais um torneio, em Klagenfurt (Áustria) antes da Olimpíada. Até aqui, a temporada 2016 do vôlei de praia já teve 11 eventos, sendo que só um, no Rio, era válido como Grand Slam.