24°
Máx
17°
Min

Brasil bate a Itália de virada e larga com vitória no Grand Prix de vôlei

A seleção brasileira feminina de vôlei largou com vitória no Grand Prix. Diante da torcida que compareceu em bom número à Arena Carioca 1, as comandadas de José Roberto Guimarães passaram pela Itália de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 23/25, 25/15, 25/15 e 27/25.

Com o triunfo, o Brasil larga bem no Grupo B da competição, que conta ainda com Japão e Sérvia, além da Itália. A seleção voltará à quadra nesta sexta-feira para encarar as japonesas, novamente às 14h10, e depois recebe as sérvias no domingo, às 10h05, sempre na Arena Carioca 1, palco do basquete nos Jogos Olímpicos do Rio.

Apesar da importância do Grand Prix, a Olimpíada, aliás, é o grande objetivo do Brasil em 2016. Por isso, José Roberto Guimarães já avisou que utilizará o torneio e as partidas deste fim de semana para realizar testes visando os Jogos.

Talvez por conta destas experiências, o Brasil oscilou demais na partida desta quinta. Perdeu o primeiro set, mas atropelou as adversárias nas duas parciais seguintes. No quarto, viu a Itália ficar muito próxima de fechar a partida, mas conseguiu uma incrível reação no fim para selar o triunfo.

Zé Roberto levou o Brasil à quadra nesta quinta com Fabiana, Juciely, Dani Lins, Natália, Sheilla e Fernanda Garay como titulares, além da líbero Camila Brait. O País começou mal e viu a Itália abrir 5 a 1 logo no início. Rapidamente, no entanto, igualou as forças, e o set se estendeu com troca de pontos até as italianas fazerem 23 a 21 para não mais perderem a vantagem.

A reação brasileira foi imediata e, comandada pela potência de Natália, Sheilla e Fê Garay, a seleção tomou conta da partida. No segundo e terceiro sets, abriu vantagem logo de início, viu a superioridade ser traduzida nos números e fechou ambas as parciais com grande facilidade.

Parecia que a vitória estava garantida, mas aí foi a vez da reação da Itália, que abriu cinco pontos de vantagem e levou a quarta parcial sem maiores problemas até 20 a 15. Só que o set não estava acabado, o Brasil reagiu mais uma vez e, com ótimos bloqueios, buscou a virada para confirmar o triunfo.

A seleção brasileira teve como destaques Natália, com 16 pontos, Sheilla, com 15, Fernanda Garay e Fabiana, ambas com 14. Fabiana ainda foi fundamental nos bloqueios, marcando sete pontos neste fundamento. Pelo lado italiano, Paola Egonu foi a maior pontuadora, com 15 pontos.