21°
Máx
17°
Min

Brasil perde para a Sérvia e fica com o vice da Liga Mundial

Brasil perde para a Sérvia e fica com o vice da Liga Mundial

Fora dos Jogos Olímpicos, a seleção masculina da Sérvia depositou todas as fichas na Liga Mundial e conseguiu conquistar, neste domingo, o seu primeiro título no torneio. O time europeu atropelou o Brasil com uma vitória por 3 sets a 0, com parciais de 25/22, 25/22 e 25/21, em Cracóvia, na Polônia, palco na fase final da competição.

Agora a Sérvia entra para a lista dos campeões da Liga Mundial após ter ficado com a medalha de prata em cinco oportunidades, sendo que em três delas perdeu para o Brasil. Na atual edição do torneio, porém, deu o troco em grande estilo tanto que as duas derrotas brasileiras no torneio foram para os sérvios - a equipe dirigida por Bernardinho terminou o torneio com 11 triunfos em 13 partidas.

Já o Brasil, maior campeão do torneio com nove títulos, bateu na trave pela sexta vez e amarga um importante jejum, pois não levanta o troféu da Liga Mundial há seis anos, com quatro vice-campeonatos.

Embora os números de pontos de ataque tenham sido parelhos, com 39 para a Sérvia e 40 para o Brasil, o time comandado por Bernardinho abusou dos erros. Ao final, a seleção brasileira cedeu 24 pontos por falhas contra 11 dos europeus, o que acabou pesando demais para a derrota.

Wallace foi o principal destaque do Brasil na partida ao marcar 18 pontos, sete a mais do que Lucarelli. Já Marko Ivovic liderou o ataque da Sérvia com 16 acertos. Na escalação brasileira, o que mais chamou a atenção foi a presença do libero Tiago Brendle em vaga que costuma ser ocupada por Serginho.

A partida iniciou de maneira bastante disputada, com a Sérvia em vantagem de dois pontos até que abriu 18 a 13. O Brasil ainda tentou reagir, encostou em 22 a 20, mas não conseguiu evitar a derrota na primeira parcial por 25 a 22.

O segundo set foi praticamente uma cópia do primeiro, com a seleção brasileira sempre correndo atrás de reverter a desvantagem de dois pontos e sempre que chegou a empatar, viu os sérvios voltarem à frente. Marko Ivovic e Luburic se revezaram nos ataques e o Brasil não conseguiu detê-los até o final em novo 25 a 22.

Após certo equilíbrio, o terceiro set acabou sendo mais tranquilo para a Sérvia. Na metade do set, os europeus tinham a vantagem de 15 a 10. Com cinco pontos de vantagem, o Brasil tentava chegar como podia, mas abusou dos erros. Contra um adversário determinado a matar o jogo o quanto antes, o saque para fora de Eder foi o ponto final que virou história para os sérvios.

Agora, após o vice-campeonato, a seleção volta ao Brasil para a reta final de preparação aos Jogos do Rio. Bernardinho vai precisar realizar três cortes para definir a relação final de 12 jogadores que vão buscar o ouro na Olimpíada, o principal objetivo da equipe em 2016.