21°
Máx
17°
Min

Caramuru Vôlei joga em casa para chegar à semifinal

Equipe castrense depende de uma vitória pra chegar à semifinal da Superliga B (Foto: Diego Pereira / FPV) - Caramuru Vôlei joga em casa para chegar à semifinal
Equipe castrense depende de uma vitória pra chegar à semifinal da Superliga B (Foto: Diego Pereira / FPV)

Valendo vaga para as semifinais da Superliga B, o MV Selmer/Caramuru/Castro entra em quadra neste sábado (27) contra o Uberlândia/Gabarito (MG), defendendo a permanência na competição e a chance cada vez mais próxima de chegar à final do torneio nacional realizado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). A partida vai começar às 20h15, com expectativa de casa cheia no Ginásio Pagnacco, em Castro.

Esta será a segunda partida das quartas de final entre as equipes. No primeiro round, Castro venceu em Itabirito por 3 sets a 1 (25/18, 25/23, 23/25, 25/22), num jogo de extrema dificuldade para os paranaenses na casa do adversário. A equipe do treinador Fábio Sampaio foi a mais regular da primeira fase, mostrando qualidade e muita disciplina tática. Por isso Castro chegou à fase do mata-mata como líder da competição, com 14 pontos conquistados e 5 vitórias em 6 jogos. Elementos que colocam ainda mais fogo na partida do fim de semana.

Com expectativa de casa cheia, o treinador Fábio está confiante no time de Castro, mas sempre mantendo a linha de um discurso mais contido. “Nossa equipe está vindo bem na competição e isso é um fator que motiva o público a vir torcer pelo time da cidade. Aqui em Castro o torcedor faz toda a diferença; eles podem esperar que vamos dar o melhor de todos nós o tempo todo pois queremos garantir já nesta partida o acesso à semifinal da Superliga B. Estamos confiantes na classificação e precisamos da ajuda do nosso torcedor no jogo de sábado”, disse Fábio.

Uma vitória simples garante os paranaenses na semi, contudo, se a equipe mineira superar Castro, a terceira partida entre as equipes será domingo (28), em Castro. Caso ocorra, a hora do jogo será confirmada posteriormente pela CBV.

O campeão da Superliga B ganha a vaga para disputar, no ano seguinte, a Superliga, a principal competição do vôlei nacional. Os outros times que disputarão o mata-mata jogam disputam a repescagem com as duas equipes rebaixadas da Superliga e brigam pela segunda vaga na elite do vôlei nacional.

Colaboração Assessoria de Imprensa.