22°
Máx
14°
Min

Duplas brasileiras começam bem no Major de Hamburgo de Vôlei de Praia

O Brasil começou muito bem a disputa do Major de Hamburgo, na Alemanha, o primeiro de uma série de quatro na temporada de 2016 do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Na chave feminina foram oito vitórias em 10 jogos, com quatro das cinco duplas em disputa invictas. Entre os homens, quatro triunfos em cinco partidas, sendo o único tropeço em duelo entre brasileiros.

No torneio feminino, Larissa/Talita, Ágatha/Bárbara Seixas (as duas duplas representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos, em agosto), Juliana/Taiana e Lili/Maria Elisa venceram os dois jogos que disputaram, enquanto que Duda e Elize Maia tiveram duas derrotas, mas seguem com chances de classificação.

Larissa/Talita, cabeça de chave número 2, começou a disputa com duas vitórias. Elas superaram as gregas Arvaniti e Karagkouni por 2 sets a 1 (18/21, 21/11 e 15/9) e, horas mais tarde, vitória sobre as alemãs Holtwick e Semmler por 2 a 0 (parciais de 21/19 e 21/16). A dupla encerra participação no Grupo B contra as canadenses Broder e Valjas.

Ágatha e Bárbara Seixas também começaram com o pé direito. Elas venceram na estreia as alemãs Bieneck e Grossner em uma verdadeira batalha por 2 sets a 1 (16/21, 29/27 e 18/16). Na sequência, triunfo sobre as compatriotas Duda e Elize Maia por 2 a 0 (21/19 e 21/15). As campeãs mundiais encerram o Grupo D contra Matuatu e Pata, de Vanuatu. Já Duda e Elize, que também perderam a segunda partida da chave por 2 a 0 (22/20 e 21/18) para as representantes de Vanuatu, fecham a primeira fase contra as alemãs Bieneck e Grossner e precisam de vitória para seguirem no torneio.

Lili e Maria Elisa tiveram uma importante vitória no Grupo C. Elas começaram superando as italianas Martha Menegatti e Orsi Toth por 2 sets a 1. Na sequência, triunfo sobre as norte-americanas Walsh e Ross, que duas semanas atrás conquistaram o Grand Slam de Moscou, na Rússia. Vitória das brasileiras no tie-break por 21/12, 13/21 e 20/18. As duas encerram a chave contra as alemãs Mersmann e Schneider.

Juliana e Taiana foram a quarta dupla brasileira a manter 100% de aproveitamento no primeiro dia de disputa. Elas superaram na estreia as chinesas Fan Wang e Yuan Yue por 2 sets a 0. Na sequência, vitória contra as finlandesas Lehtonen e Lahti por 2 a 1. Elas fecham o Grupo F contra as suíças Heidrich e Zumkehr, que também venceram duas vezes nesta quarta-feira.

MASCULINO - Entre os homens, Alison/Bruno Schmidt, Evandro/Pedro Solberg (as duas duplas representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos), Álvaro Filho/Vitor Felipe e Ricardo/André Stein venceram o jogo que disputaram nesta quarta-feira. Guto/Saymon tropeçou, mas segue com chances de classificação.

Cabeça de chave número 1, Alison e Bruno Schmidt venceram na estreia os noruegueses Horrem e Eithun por 2 sets a 0 (21/19 e 22/20). Na continuação do Grupo A, eles encaram os italianos Ranghieri e Carambula, além dos alemães Bockerman e Fluggen.

Evandro e Pedro Solberg também venceram - superaram a dupla alemã formada por Walkenhorst e Poniewaz por 2 sets a 0 (21/18 e 21/19). Eles encaram nesta quinta-feira, pela sequência do Grupo E, os franceses Krou e Rowlandson, além dos russos Semenov e Krasilnikov.

A única derrota do dia foi marcada em partida entre duplas brasileiras. Ricardo e André Stein superaram Guto e Saymon por 2 sets a 0, no Grupo H. Ricardo/André enfrenta nesta quinta-feira os espanhóis Herrera e Gavira e os alemães Erdmann e Matysik, também adversários de Guto e Saymon no mesmo dia.

No último jogo de brasileiros no dia, Álvaro Filho e Vitor Felipe superaram os belgas Koekelkoren e Van Walle por 2 sets a 1. Eles completam o Grupo C contra os norte-americanos Dalhausser/Lucena e Hyden/Bourne.

O Major de Hamburgo, antigo Grand Slam de Berlim, será a última etapa do Circuito Mundial a contar pontos para o ranking olímpico. Os primeiros 15 times da lista (respeitando o limite máximo de duas duplas por país), garantem vaga nos Jogos do Rio. O Brasil já garantiu suas duas vagas por gênero e lidera tanto no masculino (com Alison/Bruno em primeiro e Evandro/Pedro em segundo) quanto no feminino (Larissa/Talita em primeiro, Ágatha/Barbara em segundo). Ao todo, 24 duplas em cada naipe disputam a Olimpíada.