22°
Máx
17°
Min

Em véspera de sorteio olímpico, Larissa e Talita vão à semifinal na Suíça

Enquanto vivem a expectativa de conhecerem suas adversárias nos Jogos Olímpicos do Rio, Larissa e Talita seguem dando show no Major de Gstaad, etapa suíça do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Nesta sexta-feira, as brasileiras venceram mais dois jogos por 2 sets a 0 e avançaram à semifinal do torneio. No sábado, após brigarem por medalha, vão participar do sorteio do Rio-2016.

Determinadas depois da eliminação precoce em Porec, na Croácia, na semana passada, Larissa e Talita ainda não perderam sets em Gstaad. Nesta sexta, elas abriram o dia nas oitavas de final, vencendo Pavan/Bansley, do Canadá, com parciais de 21/12 e 21/16.

Depois, pelas quartas de final, ganharam também de Menegatti/Orsi Toth, da Itália, desta vez com 21/16 e 21/14 no placar. "Não é só sobre uma vaga na semifinal, não é só sobre o último torneio antes dos Jogos Olímpicos. Esse jogo tinha toda a história de semana passada quando perdemos nas oitavas", comentou Talita, lembrando da derrota para as mesmas italianas nas oitavas em Porec. Na semifinal, as brasileiras vão jogar contra Meppelink/Van Iersel, da Holanda.

A caminhada das brasileiras é uma prévia do sorteio da Olimpíada, no sábado à noite.

Já está definido que Larissa/Talita vai ser a primeira dupla cabeça de chave e vai ficar no Grupo A. Ágatha/Bárbara Seixas é a segunda favorita e estará no Grupo B.

Também são cabeças de chave Pavan/Bansley (quinta), Meppelink/Van Iersel (sexta), e as demais semifinalistas em Gstaad: as alemãs Ludwig/Walkenhorst (quarta) e as norte-americanas Walsh Jennings/Ross (terceira). Das seis cabeças de grupo, só Ágatha/Bárbara Seixas não está em Porec. As italianas Menegatti/Orsi Toth estão em nono no ranking mundial e não correm risco de cair no grupo com brasileiras.

MAIS BRASILEIRAS - Só Larissa e Talita tiveram sucesso nesta sexta-feira em Porec no feminino. Maria Elisa e Lili avançaram da repescagem vencendo Van Gestel/Van der Vlist, da Holanda, mas caíram nas oitavas diante de Meppelink/Van Iersel, do mesmo país. Já Juliana e Taiana foram eliminadas, nas oitavas, por Ludwig/Walkenhorst. Antes, na repescagem, elas haviam vencido Arvaniti/Karagkouni, da Grécia. Juliana e Maria Elisa formam a dupla reserva do Brasil para a Olimpíada.

MASCULINO - Entre os homens, Alison e Bruno Schmidt venceram mais uma pela fase de grupos. Fizeram 2 sets a 1 (21/15, 18/21 e 15/11) sobre Ranghieri/Carambula, da Itália, avançando invictos às oitavas de final. Ali, eles aguardam quem vencer entre os poloneses Kadziola/Szalankiewicz e os brasileiros Álvaro Filho/Vitor Felipe na repescagem.

Pedro Solberg e Evandro ganharam de Samoilovs/Smedins, da Letônia, por 2 a 1 (21/17, 19/21 e 15/11), e, apesar da campanha de duas vitórias e uma derrota, avançaram em primeiro, direto às oitavas. Eles pegam quem avançar do duelo entre Windscheif/Holler (Alemanha) e Beeler/Strasser (Suíça).

Na repescagem, o Brasil ainda tem Guto/Saymon, que joga contra Hyden/Bourne, dos Estados Unidos. Se avançarem, os jovens enfrentam Herrera/Gavira, da Espanha.

No sorteio olímpico, sábado, Alison/Bruno é a primeira dupla cabeça de chave, ficando no Grupo A, enquanto Pedro/Evandro, em quarto no ranking mundial, disputa o Grupo D. Também são cabeças de chave os holandeses Brouwer/Meeuwsen e Nummerdor/Varenhorst e os americanos Dalhausser/Lucena e Gibb/Patterson.

Ranghieri/Carambula formam uma das três duplas que podem cair no grupo de Alison/Bruno na primeira fase do sorteio. Já Samoilovs/Smedins e Herrera/Gavira estão entre as três duplas com chances de entrar no grupo de Pedro/Evandro.