23°
Máx
12°
Min

Emanuel perde na estreia no Rio e pode se aposentar nesta quinta

(Foto: Divulgação)  - Emanuel perde na estreia no Rio e pode se aposentar nesta quinta
(Foto: Divulgação)

A carreira de Emanuel, um dos maiores jogadores de vôlei de praia de todos os tempos, pode chegar ao fim nesta quinta-feira. O veterano de 42 anos, que vai se aposentar após o Grand Slam do Rio, estreou na competição nesta quarta com derrota. Ele e Ricardo, seu companheiro no ouro olímpico em Pequim-2008, perderam para os austríacos Fijalek e Prudel, por 2 a 1 (21/14, 19/21 e 15/12) na primeira rodada da fase de grupos. Na quinta os brasileiros jogam mais duas vezes e, se não vencerem os dois jogos, tendem a ser eliminados.

Nesta quinta, os brasileiros jogam diante de Nummerdor/Varenhorst, da Holanda, às 8h50, e contra Liamin/Barsouk, da Rússia, às 18h, na quadra central, na possível despedida do campeão olímpico. Independente da campanha dos veteranos, Emanuel será homenageado no domingo, dia da final na praia de Copacabana.

Outras três duplas brasileiras brigam por medalha. Alison/Bruno Schmidt estreou com vitória sobre Olson/Casebeer, dos EUA, por 2 a 0 (21/11 e 21/13). A outra dupla olímpica brasileira, Pedro Solberg/Evandro, caiu para Beeler/Strasser, da Suíça, também por 2 a 0 (21/13 e 21/18). Já Álvaro Filho/Vitor Felipe ganhou de Herrera/Gavira, da Espanha, em sets diretos, com parciais de 21/16 e 21/18.

No feminino o dia foi de duas rodadas. Em 10 jogos, foram seis vitórias brasileiras. Só as duas duplas olímpicas tiveram campanha perfeita. Ágatha/Bárbara Seixas venceu Arvaniti/Karagouni, da Alemanha, e Broder/Valjas, do Canadá, ambas por 2 sets a 0. Já Larissa/Talita (PA/AL) começou o dia vencendo Xue/Xia, da China, em sets diretos, e depois virou sobre Heidrich/Zumkehr, da Suíça, em três sets.

Duda/Elize Maia, dupla que venceu o Open de Maceió, há duas semanas, desta vez vai mal. Duda sofreu uma entorse no dedão do pé direito e não rendeu tudo que sabe. As brasileiras perderam para Borger/Büthe, da Alemanha, e diante de Meppelink/Van Iersel, da Holanda, numa reedição daquela final.

Juliana/Taiana caiu diante de Dubovcova/Nestarcova, da Eslováquia, mas se recuperou contra Matauatu/Pata, de Vanuatu. Caminho contrário fez Lili/Maria Elisa, que primeiro ganhou de Wang/Yue, da China, e depois perdeu para Labourer/Sude, da Alemanha. Cada dupla joga mais uma vez pela fase de grupos na quinta.