28°
Máx
17°
Min

Larissa/Talita e Alison/Bruno Schmidt faturam o título do Open de Vitória

As principais duplas do País no vôlei de praia se saíram muito bem no Open de Vitória, no Espírito Santo. Após Larissa e Talita conseguirem uma grande vitória sobre Walsh/Ross na final feminina, Alison e Bruno Schmidt faturaram o ouro vencendo a decisão diante de Nicolai/Lupo.

A competição em Vitória, uma etapa do formato Open do Circuito Mundial, contou com praticamente todas as principais duplas da atualidade porque aconteceu uma semana depois do Grand Slam do Rio, que simulou o torneio olímpico na Praia de Copacabana. Evandro/Pedro Solberg e Ágatha/Bárbara Seixas, porém, preferiram não viajar ao Espírito Santo.

As outras duas duplas olímpicas do Brasil, porém, fizeram muito bonito. Depois de campanhas ruins em Maceió e no Rio, nas duas primeiras etapas do Circuito Mundial no País em 2016, Larissa e Talita foram perfeitas em Vitória. Fizeram sete partidas e venceram todas por 2 sets a 0.

Elas só correram risco de perder um set, o primeiro da final contra a dupla americana. Mas as brasileiras tiveram um final de set impressionante, tiraram cinco pontos de desvantagem e venceram por 22/20. Depois, novamente cresceram na parte mais importante do segundo set e venceram por 21/19 graças a dois bloqueios de Talita.

"Hoje (domingo) foi uma pitadinha do que pode vir na Olimpíada, foi sensacional. A galera jogou junto com a gente dentro de quadra. Eles fizeram a diferença naquela virada no primeiro set. O segredo também foi nós duas jogando juntas o tempo inteiro, uma dando força para a outra. A Talita jogou muito hoje, foi o dia dela. Quando uma precisa a outra ajuda e o resultado é isso aí: alegria e festa", comemorou Larissa.

Quando ela voltou ao vôlei de areia, disse que não aguentava mais ver do sofá Walsh, tricampeã olímpica, vencendo tudo. Em Vitória, no seu estado natal, mostrou seu cartão de visita à norte-americana

"Foi uma final digna. Jogar contra a Walsh é sempre muito bacana, ela sempre leva o nosso nível lá para cima. Ela tira o melhor de todos os adversários e hoje tivemos que fazer o nosso melhor. Jogamos muito bem, jogamos juntas. Ao longo deste torneio isso foi muito importante. Estamos muito felizes com o resultado, que mostra que nosso time está sempre buscando e segue no caminho certo", disse Talita.

HOMENS - Já Alison/Bruno Schmidt conquistaram neste domingo o oitavo título da dupla em um evento internacional com o triunfo em Vitória. Para Alison, a conquista foi ainda mais especial porque pela primeira vez ele faturou uma etapa do Circuito Mundial na cidade onde cresceu e ainda vive.

Na decisão, os dois venceram os italianos Nicolai e Lupo por 2 sets a 0, com parciais de 21/13 e 21/18, em apenas 37 minutos. Antes disso, nas semifinais, eles derrotaram os também italianos Ranghieri e Carambula por 21/17 e 23/21.

"É um sonho realizado. A gente coloca alguns objetivos na carreira e eu tinha esse de ganhar uma etapa em Vitória e alcancei ele hoje. É muito mais difícil jogar em casa, a pressão é maior, você quer muito e pode acabar atrapalhando, é preciso autocontrole. Nosso time teve esse controle dentro de quadra, impondo o nosso ritmo na partida desde o início, então foi a realização de um sonho para mim", afirmou Alison.

Bruno Schmidt, por sua vez, não nasceu no Espírito Santo, mas adotou o estado há mais de dez anos e se emocionou ao falar da conquista em Vitória. "No momento que estamos da temporada ainda não é nossa prioridade conquistar títulos, este foi um torneio Open e vamos nos preparar para os Grand Slams e o foco é a Olimpíadas. Mas, jogar em casa com tantos rostos conhecidos nas arquibancadas, a família de cada um de nós em peso na torcida fica para a nossa memória. Este torneio foi muito bacana e vamos guardar para sempre este momento único", declarou Bruno, que é brasiliense de nascimento.