26°
Máx
19°
Min

Zé Roberto elogia saque da seleção da China e lamenta derrota no Grand Prix

(Foto: Reprodução CBV) - Zé Roberto elogia saque da seleção da China e lamenta derrota no Grand Prix
(Foto: Reprodução CBV)

A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu na madrugada deste domingo sua segunda derrota no Grand Prix. Jogando em Macau, na China, o time comandado por José Roberto Guimarães foi superado pela equipe da casa por 3 sets a 0, com parciais de 25/23, 25/16 e 25/20. Ao fim da partida, o treinador reconheceu a grande atuação das chinesas, principalmente no saque.

"A China sacou muito bem na partida de hoje e dificultou o nosso sistema de recepção. Conseguimos reagir no primeiro set, mas depois não mantivemos o ritmo. Elas fizeram um bom jogo e mereceram a vitória", reconheceu Zé Roberto.

No sábado, após a vitória a Bélgica, as brasileiras já previam que o saque seria o fator determinante do jogo. Para elas, o Brasil precisaria forçar o fundamento para quebrar a recepção das chinesas. Acabou acontecendo justamente o contrário.

O resultado, contudo, não abala a seleção brasileira. Com quatro vitórias e duas derrotas, o time de Zé Roberto ocupa o terceiro lugar geral. Serão as cinco primeiras colocadas que vão avançar à Fase Final, a ser disputada entre 6 e 10 de julho, em Bangcoc, na Tailândia.

Após testar reservas na partida passada, o treinador voltou com praticamente todas as titulares neste domingo. Assim, escalou a seleção com Dani Lins, Sheilla, Fê Garay, Natália, Thaisa, Fabiana e a líbero Léia - Camila Brait seguiu fora. No decorrer do jogo, Zé Roberto deu chances a Tandara, Roberta, Gabi e Jaqueline.

Diante do ginásio lotado a favor das chinesas, a seleção brasileira começou mal a partida e a China abriu cinco pontos de vantagem com certa facilidade. Com a entrada de Jaqueline, a equipe reagiu e diminuiu a diferença, porém sem evitar a derrota na parcial.

No segundo e terceiro sets, o Brasil começou na frente, mas levou a virada. Na segunda parcial, o revés foi mais doloroso porque as brasileiras tiveram até cinco pontos de dianteira. Fez a diferença a atuação da chinesa Yang, maior pontuadora da partida, com 12 acertos. Zhu e Yan anotaram 10 cada. Pelo Brasil, a ponteira Fernanda Garay foi o principal destaque, com 11 pontos.

O Brasil volta à quadra no dia 24, próxima sexta-feira, para enfrentar a tradicional Itália, às 8h30 (horário de Brasília). Na terceira e última semana da fase classificatória do Grand Prix, o Brasil competirá no Grupo G ao lado também de Bélgica e Turquia, que será a sede desta chave. As partidas serão disputadas em Ancara.