23°
Máx
12°
Min

Abril teve recordes de calor e de frio

(Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema) - Abril teve recordes de calor e de frio
(Foto: Marília Sutil/ Prefeitura de Urupema)

Apesar do frio dos últimos dias em São Paulo, abril deste ano fechou como o mês com a média das temperaturas máximas mais elevadas para o período desde 1943, quando começaram a ser feitos os registros do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). A média das máximas foi de 29,5°C, superando em 0,8°C a maior média anterior, que tinha sido registrada em abril de 2002, com 28,7°C.

Foi um mês de recordes para os dois lados. Abril também teve a menor temperatura mínima em 17 anos e a menor temperatura máxima em 45 anos, ambas no dia 29, segundo balanço divulgado pelo Inmet nesta segunda-feira, 2.

De acordo com o instituto, um sistema de alta pressão sobre o Estado bloqueou a chegada de qualquer frente fria até o dia 25, o que fez com que em 20 dias as temperaturas médias ficassem acima dos 30°C.

Por conta disso, as madrugadas também foram anormalmente quentes para o mês. A temperatura mínima média foi de 19°C, mesma marca alcançada em 1990. Só não foi mais quente que abril de 2002 (19,2°C) e de 1973 (19,1°C).

O calor foi acompanhado de secura. Sem frentes frias, não se formaram as chamadas áreas de instabilidade, o que levou à ocorrência de chuvas em apenas dois dias do mês. O volume total de precipitação, de 2,4 mm, foi o segundo menor já registrado em um mês de abril, só perdendo para abril de 1978, quando não choveu em nenhum dia.

O frio continuou neste começo de maio. A temperatura mínima na madrugada desta segunda-feira na estação meteorológica do Mirante de Santana foi de 10°C, a menor mínima deste ano. Domingo já tinha batido o recorde, com 10,7°C. Os 10°C desta segunda foram a menor temperatura registrada desde 14 de agosto de 2014, quando foram medidos 9°C.