28°
Máx
17°
Min

Acompanhante de namorado de vítima de estupro diz estar 'mais famoso que a Dilma'

Lucas Duarte dos Santos, que teria um relacionamento com a adolescente vítima do estupro coletivo ocorrido no Rio, no último sábado, chegou nesta sexta-feira, 27, na Cidade da Polícia, na zona norte da cidade, para depor. Ele entrou ao lado de outro homem, Ray de Souza, que, diante das câmeras, acenou, sorriu e disse estar "mais famoso que a Dilma (presidente afastada)". Não foi revelado qual seria o envolvimento desse segundo homem no caso. O seu nome não foi citado pela polícia até então.

Os dois e a adolescente vítima do estupro estão na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), em salas separadas. A vítima está sendo ouvida pelo delegado Alessandro Thiers, responsável pelas investigações.

Primeiramente, ela foi interrogada pela equipe da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), que acompanha o caso, em "relato livre" a um psicólogo, segundo a delegada Cristina Bento. Concluída essa primeira parte dos depoimentos, a vítima passou a responder às perguntas do delegado Thiers. Após meia hora de relato do estupro, começou a chorar e a se dizer envergonhada, o que levou a polícia a interromper o trabalho.

Ao deixar a Cidade da Polícia, a delegada Cristina Bento não soube informar se haverá acareação, em que a vítima e suspeitos do crime são postos frente a frente para confrontar suas versões dos fatos. Também a advogada da vítima, Eloisa Samy Santiago, disse não ter sido informada se haverá acareação.