24°
Máx
17°
Min

Alpinista indiano morre no Everest e dois de seus colegas estão desaparecidos

Um alpinista indiano morreu durante a descida do monte Everest, dois dias depois de um holandês e um australiano terem morrido perto do pico. Outros dois alpinistas indianos estão desaparecidos, anunciou nesta segunda-feira (23) a agência que organizou a expedição. O indiano é a quinta vítima fatal de 2016 durante as expedições no Himalaia.

O alpinista tinha alcançado o topo da maior montanha do planeta, de 8.849 metros, no sábado, mas perdeu a consciência durante a descida do escalão Hillary, uma passagem vertical de gelo, e morreu no domingo.

Um mau planejamento e uma superlotação no pico mais alto do mundo são alguns dos desafios que mantêm as pessoas nos lugares mais altos e atrasa a descida, disse Ang Tshering, da associação de Montanhismo do Nepal.

"Este foi um desastre provocado pelo homem que pode ter sido minimizado com uma melhor gestão das equipes", disse ele. "Os dois últimos desastres na Everest foram causados pela natureza, mas este não".

Muitos esperavam que a temporada de escalada deste ano traria sucesso e restauraria a confiança na rota, após os desastres naturais mortais que cancelaram a temporada por dois anos. Mas, com centenas de alpinistas ansiosos, unidos por guias locais Sherpa e os especialistas da expedição, para aproveitar o bom tempo e atingir o pico, os relatos de tragédia começaram a aparecer. Fonte: Associated Press.